quarta-feira, 29 de outubro de 2014

TV Católica? Cuidado com a secularização!

TV Católica? Cuidado com a secularização!

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

TV Católica? Existe mesmo? É claro que existe! Aliás, não só existem como são altamente necessárias para a nova evangelização; são úteis para o anúncio de Jesus neste tempo em que a sociedade fica cada vez mais pagã. A própria Igreja tem dito sobre a necessidade de se evangelizar pelos meios de comunicação. Este não é o intuito deste texto. Não quero aqui falar mal da Canção Nova, por exemplo, como podem “prever” alguém que leia; mas antes quero por meio deste texto exortar a preservação deste grande dom que Deus nos deu, que é justamente a graça de termos emissoras de televisão. No mais, deixo aqui a memória de São Maximiliano Maria Kolbe, sacerdote Franciscano Conventual, mártir, fundador do movimento Milícia da Imaculada, que no século passado usou os meios de comunicação disponíveis no seu tempo para evangelizar. A Milícia da Imaculada tinha seu jornal, sua revista (O Cavaleiro da Imaculada), Rádio, e diz-se que Maximiliano já ensaiava a TV (que surgia) e o Cinema.

A exemplo de São Maximiliano, segundo o que ouvi dizer, surgiu a própria TV Canção Nova. E como devemos nos espelhar neste grande santo mártir! A Canção Nova foi pioneira na evangelização via Rádio e TV aqui no Brasil. Mas depois dela podemos hoje contemplar TV Aparecida, Rede Vida e TV Século XXI. Mas nem sempre número quer dizer qualidade. E aqui não falo na questão de espiritualidade. Não. Não estou falando que TV “X” é mais pra espiritualidade do movimento “Y” que eu não goste. Não é isso. Se for espiritualidade em que a Igreja não condene, não há problema, mas o que quero falar é algo muito mais sério e triste. As TVs católicas não parecem ser católicas muitas das vezes.

Nosso Senhor Jesus Cristo nos contou uma parábola em Mateus 25,14-30 muito interessante. O Senhor distribui talentos aos seus servos, e todos os servos, com a exceção de um, multiplicaram seus talentos. O servo mau e preguiçoso foi jogado no inferno porque recebeu o dom de Deus, mas não frutificou este dom. Assim nós, com os nossos talentos, dons, aptidões e principalmente com o dom da vida, devemos frutificar e colocar ao serviço do Senhor Jesus Cristo através da Santa Igreja Católica. Mas no assunto proposto aqui, vemos que muitas emissoras de TV Católica não tem frutificado este talento, mas enterrado este no chão. Como é difícil erguer um canal de Televisão neste país. Custa muito! Se o Senhor nos deu a graça de termos estes 4 canais (não sei se existe outros) é uma graça extraordinária! E se foi o Senhor que nos deu, temos que colocar a serviço do Senhor, e não do mundo.

O que as TVs católicas estão fazendo com este dom precioso? Anunciado Jesus? Bom, talvez. Anunciam, mas não de forma permanente. Esses dias coloquei na TV Aparecida por volta de 15:30h, ou seja, horário da Misericórdia; mas não estava tendo o Terço da Misericórdia ou alguma mensagem do Diário de Santa Faustina (Jesus disse a Santa que nesta hora Ele derramaria graças abundantes para as almas). O que estava passando? Estava passando o programa de uma mulher que já trabalhou em outras emissoras como a Bandeirantes, junto com um rapaz, que assistiam a um video de um homem que caiu ao vivo em um programa de TV (um video de internet). E ambos riam... Ela contou algo que presenciou... Riam... Mas, cadê Jesus? Olha, nada contra essa senhora, nem contra o rapaz, mas as 15:30 da tarde numa emissora CATÓLICA não deveria estar passando um programa anunciando a Misericórdia de Cristo ao invés de um programa de fofoca? Aqui não quero nem entrar no mérito de ser pecado ou não (pecado não digo, agora fútil, certeza); o problema vai além... Numa emissora secular sem problema algum, agora numa TV que se diz católica. Ou não é Católica? Veja, o talento que o Senhor deu para que se falem da Sua Misericórdia para o mundo inteiro é trocado por um programa de fofoca de uma apresentadora que deve ter contrato assinado. Falo isso porque vi que anunciaram que a Emissora contratou “fulana” que comporá o elenco da TV... Ora, ou melhor, oremos para ver nas TVs Católicas não anúncio de artistas contratados, mas anúncio de encontros vocacionais, e principalmente: anúncio da Pessoa de Jesus Cristo.

Ainda na TV Aparecida. Resolvi colocar na Emissora por volta de 21:00h, portanto, horário nobre. O que estava passando? Programas de doutrina católica? Pregação? Missa? Não! Estava passando “Dênis, o Pimentinha”. Vocês estão compreendendo? No horário nobre, ou seja, que tem mais pessoas assistindo televisão, ao invés de a Emissora colocar um programa exortativo para combater as novelas e programas impuros, não, transmitem desenho animado. E mais uma vez, não estou dizendo que o desenho em questão seja pecado ou não, o mérito da discussão sobre a qualidade do desenho fica pra outra hora (se é que mereça), a questão é: num programa secular, ok, mas numa TV Católica... Cadê Jesus pras pessoas? No domingo coloquei após o almoço na mesma emissora, e, adivinha? Dênis, o pimentinha... Isso mesmo, a Globo passando o esquenta pro inferno, e a TV Católica não repara passando programas exortativos, de oração; mas passa algo que nem fede e nem cheira, Dênis o pimentinha...

E o anúncio de Jesus? Jesus, cadê Jesus?

Na Rede TV até um tempo atrás tinha programa de um falso padre militante da nova era. Diz-se de matérias falando de coisas imorais causando escândalo. Fora programas tipo... Qual o sentido? E por aí vamos... Sem contar as propagandas exageradas... A questão de propaganda se salva a Canção Nova porque, pela graça de Deus, trabalha 100% de doações. Mas mesmo assim também não devia ficar tão “zoado”. Por que falo isos? Porque quando uma emissora abre horários livres para quem quiser alugar e transmitir programas independentes, a emissora deixa claro, obviamente, que não se responsabiliza pelo conteúdo independente transmitido; porém, o povo muitas vezes vê o que não presta em canais de televisão católicos, mas quem os alertará? E a TV fica amarrada sem poder falar nada, afinal, se falar algo contra o patrocinador ou o parceiro do programa independente, como pagará as contas? E aí – logo pensam- vai acabar a TV e a Missa pra senhorinha assistir de manhã? Por isso falo isso, para que não vire uma bola de neve, e aos poucos as tvs católicas, nem que seja pela doação, passem a ser mais independentes.

É preciso anunciar Jesus Cristo e a Virgem Maria por todos os meios possíveis e lícitos. Não podemos jogar talento fora. Não é lícito eu ter um horário nobre pro anúncio da verdade e não anunciá-la. Assim como no horário nobre ao invés de se colocar programas de oração, para mais ódio do inferno, com milhares (quiça milhões) de pessoas rezando juntas... Mas não, a gente prefere ver desenho, futebol, chá sei que lá, cogumelo, jóias, fofocas... Mas o povo não precisa disso, precisa de Jesus Cristo nosso Senhor!

Devemos nos espelhar mais em São Maximiliano Maria Kolbe. Ele frutificou seu talento verdadeiramente. Ele tinha a imprensa como seu veículo principal de evangelização. Ele não temeu. Gente, compreendam: Se Deus deu essa graça da TV Católica é para que se anuncie a verdade! São Maximiliano por revista, jornal ou pelas ondas anunciou a verdade! Anunciou a verdade! Anunciou Jesus! Propagou a verdadeira devoção à Santíssima Virgem Maria! Foi um verdadeiro escravo por amor que se tornou coisa nas mãos da Imaculada! Falou tanto a verdade, com tanta autoridade, que denunciando as atrocidades do (des)governo de Hittler foi preso (porque o temiam) e morto num campo de concentração em auschwitz. Por que estou dizendo este fato da vida de São Maximiliano? Eu sei que não devemos ser imprudentes, mas não podemos deixar o respeito humano reinar em nosso coração. Cadê o Padre José Augusto que em 2010 denunciou o PT e a Dilma abortista? Sumiu? Por quê? Porque falou a verdade... Ora, mas não foi pra isso que Deus o constituiu sacerdote dEle? Não foi pra isso que Jesus criou por meio do Mons. Jonas a TV Canção Nova? Não foi pro anuncio da verdade? Não foi? Porque calaram? Porque os pregadores que vão lá e nas outras TVs tem medo de falar a verdade (tanto do comunismo do governo, como da denúncia explícita de certos pecados) quando pregam na TV? Por que? Porque senão a TV perde a concessão que o Governo dá para funcionar. Censura. Não foi isso que aconteceu com o Pe José Augusto? Ele falou, e logo depois a TV Canção Nova teve que se retratar. Como é humilhante ver católicos convictos e fiéis – acredito, de verdade! - terem que pedir desculpas porque um padre disse a doutrina católica. Aqui não é uma crítica a TV Canção Nova, mas uma crítica ao Governo! Querem controlar tudo... Mas no meu blog, quem manda é Deus e a Imaculada!

Difícil falar da Canção Nova, mas é um fato que quem está comandando lá deve se espelhar em São Maximiliano. TV Canção Nova (Rádio, revista, enfim...) e demais comunidades e movimentos que evangelizam pelas comunicações sociais: busquemos (porque me incluo pelo blog e canal no youyube) falar a verdade doa a quem doer. Se falarmos a verdade na TV Católica e integrantes do governo acharem ruim e nos processarem; que nos processem! Se quiserem nos prender; que nos prendam! Se nos matarem; que nos matem! Este caminho seguiu São Maximiliano Maria Kolbe, tornou-se santo, mártir... Já os que se omitiram, não os conheço. E se temermos o governo ao ponto de vendermos a doutrina católica ao governo, por medo de perder concessão, quero dizer algo: O Nazismo matou São Maximiliano e fez “picuinha” com o funcionamento do “Cavaleiro da Imaculada”; no entanto, prenderam e mataram São Maximiliano, mas a revista existe até hoje e se espalhou no mundo inteiro (inclusive no Brasil). Que tal anunciarmos a verdade para que a verdade se espalhe? Foi para isso que Deus permitiu sua existência Canção Nova, TV Século XXI, Aparecida, Rede Vida... A verdade!

Lembremos sempre que nossa meta enquanto evangelizadores não é ganhar audiência, mas sim almas pra Jesus. No dia que a preocupação de qualquer emissora for pura e simplesmente a audiência, deixe o nome de “católica” e de fato passe a contratar artistas e mais gente pra fazer programa de fofoca, humor, e mais coisas que distraiam. Enquanto nós... Nós queremos o Céu, preferimos Jesus! Como São Felipe Neri, preferimos o Paraíso. Não queremos essas coisas caducas.

E pra falar a verdade, a TV Canção Nova sempre é criticada por muitos que fazem pouco ou nada diante do que o Mons. Jonas e seus verdadeiros filhos fizeram e fazem pela evangelização. Mas sejamos sinceros: a Canção Nova é a que ainda é mais católica, e não parecida com o secular.

Rezemos por estes veículos. E juntos propaguemos o Evangelho. Que estes meios ajudem para o triunfo da Misericórdia de Jesus e do Imaculado Coração de Maria!

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei!


Ps: não assista certos programas em alguma dessas emissoras que você saiba que fere a fé ou até mesmo a moral. Não deixe seus filhos assistirem todos os desenhos, verifique antes se é bom ou mal, não confie só por ser TV católica, veja se de fato faz bem ao seu filho e a fé católica que queres dar a ele.


Ps: não assista certos programas em alguma dessas emissoras que você saiba que fere a fé ou até mesmo a moral. Não deixe seus filhos assistirem todos os desenhos, verifique antes se é bom ou mal, não confie só por ser TV católica, veja se de fato faz bem ao seu filho e a fé católica que queres dar a ele.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

A Igreja hoje e o auxílio de Nossa Senhora (Visão de Santa Brígida)

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

A seguir leia o relato da visão que Santa Brígida teve do futuro da Igreja. No caso julgo ser o nosso tempo. Sim, o tempo atual que temos vivido na Santa Igreja e na sociedade de maneira geral. O Papa Paulo VI disse que "a fumaça de satanás entrou dentro da Igreja", e aqui Jesus fala para Santa Brígida que "pelos buracos perfurados no muro, entram na Santa Igreja pessoas que pecam sem medo". E o mais impressionante, é que aqui Cristo mostra a sua esposa (Santa Brígida) que a justiça pedi a punição da Igreja e do mundo de uma maneira geral, mas Jesus usa mais uma vez de Misericórdia graças a poderosa intercessão de Sua santa Mãe, a Virgem Maria. Leia em espírito de oração, e entenda porque devemos honrá-La e nos apegarmos a Ela para servirmos verdadeiramente a Cristo. Afinal, o próprio Papa São Pio X disse que os erros modernos seriam destruídos pelo Rosário. E nesta visão da santa fica mais do que provado. Aí está uma prova de que devemos levar adiante o culto de Nossa Senhora como Co-Redentora da humanidade, pois é graças aos seus clamores que ainda estamos podendo contemplar a infinita Misericórdia de Cristo.

***

Eu sou o Criador de todas as coisas. Sou o Rei da glória e o Senhor dos anjos. Construí para Mim uma nobre fortaleza e tenho colocado nela os meus eleitos. Meus inimigos têm corrompido seus fundamentos e tem dominado meus amigos - tanto que fazem sair a medula dos ossos de seus pés amarrados a colunas. Suas bocas são apedrejadas e são torturados pela fome e a sede. Assim, os inimigos perseguem o seu Senhor. Meus amigos estão agora gemendo e suplicando ajuda; a justiça pede vingança, mas a misericórdia invoca o perdão.

Então, Deus disse à Corte Celestial ali presente: ”O que pensais dessas pessoas que têm assaltado minha fortaleza?”. Eles, a uma voz responderam: “Senhor, toda a justiça está em Ti e em Ti vemos todas as coisas. A Ti foi dado todo juízo, Filho de Deus, que existes sem princípio nem fim, Tu és seu Juiz. E Ele disse: ”Como todos sabeis e vedes em Mim, pelo bem da Minha Esposa, decidam qual é a sentença justa”. Eles disseram: ”Isto é justiça: Que aqueles que derrubaram os muros sejam castigados como ladrões; que aqueles que persistem no mal, sejam castigados como invasores, que os cativos sejam libertados e os famintos saciados”.

Então Maria, a Mãe de Deus que a princípio havia permanecido em silêncio, disse: “Meu Senhor e Filho querido, tu estiveste em meu ventre como verdadeiro Deus e homem. Tu te dignaste a santificar-me a mim que era um vaso de argila. Eu te suplico,
tem misericórdia deles uma vez mais!” O Senhor respondeu a sua Mãe: ”Bendita seja a palavra de tua boca! Como um suave perfume sobe até Deus. Tu és a glória e a Rainha dos anjos e de todos os santos, porque Deus foi consolado por ti e a todos os santos deleitas. E porque tua vontade tem sido a Minha desde o começo de tua juventude, uma
vez mais cumprirei o teu desejo”. Então Ele disse à Corte Celestial: ”Porque haveis lutado valentemente, pelo bem da vossa caridade, terei piedade por ora".

Vede, re-edificarei meu muro pelos vossos rogos. Salvarei e curarei os oprimidos pela força e os honrarei cem vezes pelo abuso que sofreram. Se os que fazem violência pedem misericórdia, terão paz e misericórdia. Aqueles que a desprezam, sentirão Minha justiça”. Então Ele disse à sua esposa:” Esposa minha, te escolhi e te revesti com Meu Espírito. Tu escutas Minhas palavras e as dos meus santos. Embora os santos vejam da mesma forma todas as coisas em mim, já que são espíritos, Eu agora vou também mostrar-te o que todas essas coisas significam. Afinal, tu que ainda estás no corpo, não me podes ver da mesma forma que eles, que são meus espíritos. Agora te mostrarei o que significam estas coisas.

A fortaleza da qual tenho te falado é a Santa Igreja, que construí com meu próprio sangue e o dos santos. Eu mesmo a cimentei com minha caridade e depois coloquei nela meus eleitos e amigos. Seu fundamento é a fé, ou seja, a crença em que Sou um Juiz justo e misericordioso. Este fundamento tem sido agora deturpado porque todos creem e pregam que sou misericordioso, mas quase ninguém crê que Eu seja um Juiz justo. Consideram-me um juiz iníquo. De fato, um juiz seria iníquo, se, à margem da misericórdia, deixasse os maus sem castigo de forma que pudessem continuar oprimindo os justos.

Eu, porém sou um Juiz justo e misericordioso e não deixarei que o mínimo pecado fique sem castigo nem que o menor bem fique sem recompensa. Pelos buracos perfurados no muro, entram na Santa Igreja pessoas que pecam sem medo, que negam que Eu seja justo e atormentam meus amigos como se os cravassem em estacas. A estes meus amigos não se dá alegria nem consolo. Pelo contrário, são castigados e injuriados como se fossem demônios. Quando dizem a verdade sobre mim, são silenciados e acusados de mentir. Eles anseiam com paixão ouvir ou falar a verdade, mas não há ninguém que os escute nem quem lhes diga a verdade.

Além disso, Eu, Deus Criador, estou sendo blasfemado. As pessoas dizem: ”Não sabemos se Deus existe. E, se existe, não nos importa.” Jogam no chão minha bandeira e a pisoteiam dizendo: “Porque sofreu? Em que nos beneficia? Se cumpre nossos desejos estaremos satisfeitos, que mantenha Ele seu reino em seu Céu! “Quando quero entrar neles, dizem: ”Antes morrermos que submeter nossa vontade!” Dá-te conta, esposa minha, que tipo de gente é! Eu os criei e posso destruí-los com uma palavra! Que soberbos são para comigo! Graças aos rogos de minha Mãe e de todos os santos, permaneço misericordioso e tão paciente que estou desejando enviar-lhes palavras da minha boca e oferecer-lhes misericórdia. Se a quiserem aceitar, terei compaixão.

Do contrário, conhecerão minha justiça e, como ladrões, serão publicamente envergonhados diante dos anjos e dos homens e condenados por cada um deles. Como os criminosos são colocados nas forcas e devorados pelos corvos, assim eles serão devorados pelos demônios, mas não serão consumidos. Como as pessoas amarradas em cepos não podem descansar, eles padecerão dor e amargura em todas as partes.

Um rio de fogo entrará por suas bocas, mas seus estômagos não serão saciados e sua sede e suplício se reavivarão a cada dia. Porém, meus amigos estarão a salvo, e serão consolados pelas palavras que saem de minha boca.

Eles verão minha justiça junto de minha misericórdia. Revesti-los-ei com as armas do meu amor, que os tornarão tão fortes que os adversários da fé escorrerão diante deles como o barro; quando virem minha justiça, cairão em vergonha perpétua por haverem abusado de minha paciência.


(grifo e destaque feito por mim)

Mais 4 anos de PT (Padre Paulo Ricardo)

Ninguém é tão pecador, que não alcance Misericórdia - SCS1



Primeiro video da série meditando com os escritos de Santa Catarina de Sena.
Assista, reze e compartilhe pra glória de Deus.
Santa Catarina de Sena, rogai por nós.
Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Contra a seca e o calor: pureza, modéstia e pudor!


Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Vivemos no nosso país um tempo confuso; tanto politicamente, como no próprio clima do país. Estamos vendo muitas pessoas reclamando da grande onda de calor, seca, falta de alimentos pela falta de água para a irrigação, rios e córregos secando... E quando chove em vários lugares têm ocorrido fenômenos espantosos, como aconteceu em Brasília durante uma chova teve até tornado.

Para muitos tudo isso é a “mãe natureza” se vingando dos excessos cometidos pelo ser humano na questão da poluição ambiental. Mas na realidade, o problema vai muito além disso. Todos nós sabemos que já era profetizado nas sagradas escrituras que a mudança da natureza é um dos sinais da volta de Cristo. Por mais que os céticos digam que tudo é causa do aquecimento global, quero afirmar que o próprio aquecimento global – como costumam chamar – está nos desígnios de Deus; e essa grande onda de calor e seca no Brasil é um grande castigo pelos pecados que nossa nação comete. Aliás, sejamos sinceros: é apenas um alerta. Se não nos convertermos verdadeiramente temo que soframos verdadeiramente uma grande seca, e a quem recorreremos?

O Senhor Jesus Cristo tem procurado almas adoradoras em nosso país, mas o que tem encontrado? Somente festas, bebedeiras, orgias, uma verdadeira idolatria do prazer pelo prazer. O “maior” país “católico” do mundo na realidade é um grande espantalho, onde vemos nas ruas a iniquidade crescer e muitos dos bons caírem. O próprio Cristo falando sobre estes tempos afirma “Irão levantar-se muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. E, ante o progresso crescente da iniquidade, a caridade de muitos esfriará.” (Mateus 24, 11-12).- Hoje muitos falsos profetas se levantam e seduzem os bons, afirmando que Deus é amor e nada é pecado. Afinal, não é o que temos visto? Surgem até falsos profetas que fundam seitas protestantes realizando uniões homossexuais que chamam de “casamento”, legalizam o divórcio (como muitas seitas profestantes permitem), pregam que sexo antes do casamento não é pecado... Temos visto surgir uma casta de gente depravada trajando o nome de cristão e promovendo a prostituição. Ou o que dizer das baladas “cristãs” que se fazem onde só rola o que não presta? Ou mesmo da “balada gospel gay”? Opa... como assim? Falsos profetas ordinários que têm conduzido as ovelhas para a perdição. Vi há um tempo atrás que seitas protestantes no EUA faziam uma espécie de filme pornô (sem mostrar o ato explicitamente) mostrando como o casal deveria ter suas posições sexuais. Nós temos visto crescer as pessoas que bradam dizendo que Deus olha o coração, e por isso devemos andar seminus como temos visto as pessoas deste século. Me perdoe por escrever isso, mas é o progresso contínuo da iniquiedade que estamos vendo inclusive dentro da Igreja ou de outras denominações que se dizem cristãs mas que vão contra o que Cristo ensinou e ensina por meio do Magistério da Santa Igreja.

E mesmo praticando a iniquidade queríamos ter a benção de Deus? Ora, nosso Senhor na própria Sagrada Escritura vai nos dizer: Até quando me desprezará esse povo? Até quando não acreditará em mim, apesar de todos os prodígios que fiz no meio dele?”(Números 14,11) Apesar dos prodígios que o Senhor fez e faz, o povo continua praticando o que é mal. Por isso o Senhor falando para o povo que foi tirado da escravidão do Egito, fala com clareza “Obedecereis às minhas leis; guardareis os meus preceitos e os cumprireis, a fim de habitardes em segurança na terra.”(Levítico 25,18). E como nós não temos temido a Deus, nem guardado Suas leis e mandamentos, estamos vivendo sem segurança alguma nesta Terra. De fato vivemos um verdadeiro vale de lágrimas. E tudo isso é a justa ira de Deus, porque tem nos punido por nossos pecados. Mas tentemos ser justos, a ira de Deus é justa e Ele nos pune com Misericórdia. Ele não nos manda o fogo de Sodoma e Gomorra merecido pelo povo que encheu rapidamente o cálice da ira de Deus, mas Ele tem nos punido lentamente nos chamando à conversão. E esse calor, falta de água, é fruto não da maldade de Deus porque Ele é o Santo dos santos; mas é fruto do nosso pecado. São Paulo já vai dizer que o salário do pecado é a morte (cf. Romanos 6,23), e é essa a paga pela nossa iniquidade. Mas porventura Deus é injusto? É claro que não! Nós é que somos uma geração de cabeça dura... Ou melhor, somos uma geração hipócrita! Afinal, como nosso Senhor Jesus Cristo fala no Evangelho: “Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos? Toda árvore boa dá bons frutos. Toda árvore má dá maus frutos. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos. Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo.”(Mateus 7,16-19). Ora, se temos sido uma má árvore, como queremos colher bons frutos? Se nós plantamos pecado, luxúria, orgia, impureza em geral, roubalheira, corrupção, assassinato de inocentes, como queremos colher as bençãos de Deus? Oxalá fôssemos como os Macabeus e reconhecêssemos: “Suplico aos que lerem este livro, que não se deixem abater por esses tristes acontecimentos, mas que considerem que esses castigos tiverem em mira não a ruína, mas a correção de nossa raça.[...]Assim, não nos retire ele jamais a sua misericórdia e não abandone seu povo, no momento em que o corrige pela adversidade!”(2Macabeus 6,12;16).

E quero afirmar para você que está lendo este texto: OS RIOS ESTÃO SECANDO POR CAUSA DA IMPUREZA DA HUMANIDADE. Sim, aqui no Brasil de maneira especial, os rios estão secando, o povo sofrendo pela seca, por causa da nossa iniquidade.

Vejamos as mensagens de Nossa Senhora do Bom Sucesso à Madre Mariana de Jesus Torres no ano 1634, falando sobre o século XX (e claro, fatos que ocorrem ainda sobre o nosso século XXI):
O terceiro motivo pelo qual se apagou a lamparina é porque nesses tempos
estará a atmosfera saturada do espírito de impureza, que a maneira de um mar imundo correrá pelas ruas, praças e logradouros públicos com uma liberdade assombrosa.
Quase não haverá almas virgens no mundo. A delicada flor da virgindade,
tímida e ameaçada de completa destruição, luzirá longe. Refugiando-se nos
claustros, encontrará terreno adequado para crescer, desenvolver-se e viver
sendo seu aroma o encanto de meu filho santíssimo e o para-raios da ira divina.
Sem a virgindade seria preciso, para purificar estas terras, que chovesse fogo do céu.

É ou não o que temos visto com a nossa sociedade “moderna”? A impureza correndo solta no meio das ruas e até mesmo dentro da casa dos ditos cristãos. Mas preste atenção nessas duas frases destacadas: “Quase não haverá almas virgens no mundo” - Triste realidade, não? Hoje a sociedade prega o sexo facil. Quantas crianças hoje mesmo perdem a sua virgindade! Misericórdia, Senhor! Misericórdia! Que triste realidade. Se eu chegar em uma escola de ensino médio (pública ou privada) e perguntar quem é virgem, quase ninguém levantará a mão. Poucos preservam a flor da virgindade; outros não levantaram a mão por vergonha por causa da chacota dos colegas pervertidos; mas grande parte - temo eu – declararia não serem mais virgens... E temos visto a ira de Deus crescer. O Catecismo da Igreja Católica vai afirmar que o pecado de fornicação, ou seja, sexo fora do casamento entre um homem e uma mulher livres, é um escândalo grave quando há corrupção de jovens (CIC 2359). A Igreja está falando que quando jovens estão nessa vida pervertida de impureza, é um ESCÂNDALO! Que geração apodrecida pelo encardido é essa que acha normal o rapaz de 18 ter relação sexual com a garota de 14 durante seu namoro! Que geração é essa que acha normal um pai levar o filho adolescente (ou pré adolescente) para um prostíbulo para perder a virgindade com uma garota de programa! Que geração é essa que acha normal o filho e a filha levar o namorado ou a namorada para a casa dos pais para dormirem juntos com o concentimento do pai e da mãe (que talvez até seja ministra extraordinária da Sagrada Comunhão ou membros de alguma pastoral da Igreja)! Que geração é essa que quer liberar o sexo pra criança de 12 anos de idade como tem projetos no Congresso!? Que geral pervertida é essa que perverte a infância e a juventude? Que geração é essa que acha normal distribuir kity gay pra crianças!? Que geração pervertida é essa que acha normal entregar cartilha ensinando crianças a se masturbarem e sexólogos fazendo video com mesma temática “infantil”!? Que geração é essa que acha normal entregar milhões de camisinha pra jovens que só sabem a vaidade das vaidades e viver de sexo!? A Igreja está dizendo que essa perversidade dos jovens é um ES-CÂN-DA-LO! E a gente acha normal... Deveríamos achar normal também a ira de Deus que tem nos mandado a seca.

Veja bem, nossa Senhora ainda fala que Sem a virgindade seria preciso, para purificar estas terras, que chovesse fogo do céu.” - Isso é muito grave! E é o que tem acontecido. Sem a virgindade é necessário que chova fogo do céu. Aconteceu isso em Sodoma e Gomorra por causa da impureza deste povo (cf. Gênesis 19,1ss). O povo de Sodoma e Gomorra era tão contrários à lei do Senhor, resistiam tanto, e eram tão levianos, que quando dois anjos do Senhor visitaram as terras, os impuros se engraçaram dos anjos... (cf. Genesis 19,5ss). Mas pela chaga aberta do Coração de Cristo, e por causa da intercessão de Nossa Senhora, Deus tem punido aos poucos. Deus não está fazendo chover fogo do Céu, mas tem feito a temperatura subir, os rios secarem, para que o povo acorde e veja que Ele é o Senhor. Mas nós somente reclamamos. Sem a virgindade, sem a pureza, para purificar essas terras é necessário que chova fogo do Céu... E tem chovido. Em várias partes do Brasil o calor tem castigado o povo. Viajei para o nordeste, e o povo murmurando por causa do calor. Olhei as notícias na internet, e vi que em Brasília fez 35 graus. E vai subindo! E quanta impureza no nordeste! E quanta impureza vejo em Brasília. São Paulo está com os reservatórios de água secando. Cadê as chuvas? São Paulo? O estado do Santuário de Aparecida? Não, São Paulo hoje é o estado – a cidade mais especificamente – da impureza da parada gay na Avenida Paulista, com milhares de pessoas comemorando e praticando a torpeza em seus corpos, transando no meio da rua. São Paulo, a cidade dos desfiles de carnaval imundo. São Paulo, a cidade onde reina a prostituição, o crime, a droga. A cidade onde tem reinado o demônio, e o povo esquecendo-se de Deus. Falei de São Paulo, mas é a mesma realidade do Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia, Fortaleza, e tantas e tantas capitais. Aliás, capitais? Não. Até no interior a prostituição tem reinado. Onde está Deus? Vocês estão expulsando Deus a muito tempo com a luxúria praticada e exaltada. Deus está querendo nos dar a Misericórdia, mas se renegarmos a Misericórdia? Por isso esse calor escaldante vem para nos purificar, nos convertamos para não perdermos o Céu!

Há algum tempo atrás fiz uma viagem para o nordeste, e ao fazer uma pregação em uma Capela, falava contra a impureza e falava do que falei acima (que seria necessário que chovesse fogo do céu por não haver a virgindade nestas terras), e já ia falar mais especificamente das imodéstias (roupas curtas e/ou provocadoras). Então uma senhorinha que, creio eu, seja leiga consagrada, tomou a palavra e disse que a mudança do clima tinha a ver com as roupas que as mulheres vestiam porque, segundo ela, durante as Santas Missões de Frei Damião este pregava dizendo que chegaria um tempo em que as mulheres encurtariam tanto a roupa que Deus também encurtaria o inverno. De fato, o inverno é do tamanho da roupa das mulheres! Por providência, eu ia exatamente falar das imodéstias citando Frei Damião de Bozzano que encontrei citações dizendo “Eu condeno sempre a minissaia. Minissaia não presta. Não! É causa de muitos pecados. Muitos homens já perderam a cabeça por causa desse exagero das mulheres.” Forte, não? Mas real. E esta leiga mesmo me lembrou algo: no tempo de Frei Damião a minissaia era aquela saia a dois ou três dedos do joelhos. E hoje? O que diria Frei Damião dos mini short, mini saia, e tantos mini que mais parecem “tapa-sexo”? Tem roupas tão curtas e apertadas que até o orgam sexual da mulher fica marcado e coisas a mostra. É terrível! Aliás, não pense no que Frei Damião diria, mas sim no que Jesus Cristo nosso Senhor acha disso? Jesus disse para B. Ângela de Foligno: Quando a morte te arrancar deste mundo, cheio de vaidades e luxos sem razão, e chegardes à Minha Presença para ser julgada... vendo os pecados que os homens cometeram ao olhar para o teu corpo escassamente coberto, tu própria ficarás envergonhada.” E olha que a Beata Ângela de Foligno não é do nosso tempo, mas do tempo de São Francisco de Assis. Agora medite nas roupas que Jesus já desaprovava naquele tempo, e imagine como fica ofendido o Coração de Deus com a roupa – a falta dela – com que as mulheres se vestem hoje.

Não podemos achar que está tudo bem, quando na realidade está tudo péssimo. Nossa Senhora em Fátima, revelou em uma aparição particular para a Beata Jacinta Marto que “Virão umas modas que ofenderão muito a nosso Senhor. As pessoas que servem a Deus não devem seguir as modas. Pois Deus não muda.” Ora, de 1917 (ano das aparições de Nossa Senhora) para cá, quais foram as modas que surgiram? Saias longas, camisas com manga...? Não! O que surgiu foi as calças jeans femininas ultra, mega, super apertadas (calsas muito justas marcando tudo), minissaia, minishort, mini vergonha na cara... O povo perdeu o pudor e a modéstia. E como disse Frei Damião: muitos homens já perderam a cabeça por causa desse exagero das mulheres. Aliás, não só perderam a cabeça como também a salvação. Perderam a alma no inferno. É preciso seguir o conselho de Nossa Senhora e se vestir com modéstia e muito pudor, afinal, olhai como veste a Mãe do Senhor.

Vendo tudo isso, e analisando a profecia de Nossa Senhora, medite de forma sincera: como temos nos vestido? Afinal, se Frei Damião de Bozzano, conhecido como o apóstolo do nordeste, profetizou que o inverno seria do tamanho da roupa das mulheres, nós queremos chuva sendo que pra onde olhamos vemos carne desnuda? O nordeste sempre é mencionado sobre a seca que castiga, mas sejamos sinceros: como a mulher nordestina tem se vestido? Estive em uma cidade do nordeste em que a maioria das mulheres se vestem com roupas curtas ou curtíssimas. Graças a Deus a flor da modéstia começa a se florescer. E esta cidade sofre com a seca. O açude secou, água na torneira de 15 em 15 dias em alguns pontos (e nem serve para beber, esta tem que comprar de quem tem poço), inverno fraco... Mas e as mulheres, como se vestem? Frei Damião alertou povo nordestino, o inverno será do tamanho da roupa das mulheres. “Ah, mas eu não vou morrer de calor” - dizem algumas pobres almas – mas quero te fazer uma revelação: NO INFERNO É MUITO MAIS QUENTE E ETERNO. Não podes aguentar um pouco de calor por causa da tua salvação e da salvação dos teus irmãos? Ora, e o povo está tão cego que não vê que quanto mais encurtam as roupas mais e mais fica calor e seco. Cheguei ao ver o absurdo de no calor escaldante do nordeste, uma jovem usar uma camisa de manga longa por cima da camiseta... Isso mesmo, aumentando o calor. Mas se engana quem acha que era uma jovem penitente. Ela usava essa blusa por cima para o sol não queimar os seus braços; porém, o mini short e a mini vergonha estavam do mesmo jeito. Compreende? Não se usa uma saia longa ou mesmo uma calça que cubra tudo – e não apertada neh – porque faz calor, mas usa-se uma camisa de manga longa pra não queimar o braço, enquanto as pernas queimam, mas não se importam... Quanta incoerência. E como diz São Padre Pio “as carnes desnudas vão queimar no inferno”. Já escrevi em outro lugar sobre isso.

São Paulo também está clamando chuva? Ótimo, convertamo-nos! O problema é que no nordeste, em São Paulo, em Brasília, ou em qualquer outro lugar em que se tenha seca, calor e falta de chuva, o povo só lembra de Deus pra murmurar. “Ai meu Deus, que calor é esse!”, “Chega de calor!” “Ave Maria, to pra não aguntar esse calor [palavras baixas]”... E por aí vai. Mas não percebemos que tudo é um misericordioso castigo para que nos convertamos e um ato de reparação pelos nossos pecados cometidos. Muita gente começa nos programas católicos na rádio e na TV a pedir para o povo rezar pedindo a Deus a graça da chuva, mas não adianta orar a Deus pedindo a graça da chuva, é preciso cortar aquilo que tem impedido a bênção da chuva chegar até nós: imodéstia e pecados de impureza. Você pode rezar, rezar, rezar... Deus permanecerá “surdo” (Ele nos ouve, mas como pode nos atender se nós praticamos o que é mal? É como um assassino preso que pede ao Juiz para ser solto, já dizendo que ao sair irá matar). Se queremos que em São Paulo, no nordeste, e em todo Brasil tenhamos inverno frutuoso, rios voltando a sangrar água, o remédio é: Vesti com modéstia e muito pudor, olhai como veste a Mãe do Senhor. Devemos viver e pregar a pureza. E aí sim nossa oração, nosso clamor, será ouvido e atendido por Deus, e a chuva que cairá não será uma chuva que destrói, mas uma chuva de graça que frutificará a terra.

Santa Faustina viveu um período na Polônia sem chuva. Ela então resolveu rezar o Terço da Misericórdia para pedir ao Senhor que chovesse. Veja, o Terço da Misericórdia é, segundo o que o próprio Jesus ensinou para a santa, uma oração de reparação; sim, o Terço da Misericórdia é para reparar o coração de Deus por causa dos nossos pecados. E assim descreve Santa Faustina a onda de calor: “Hoje está fazendo tanto calor que é difícil de aguentar. Desejamos chuva e, no entanto, não chove. Há alguns dias o céu se cobriu de nuvens, mas a chuva não chegou a cair. Quando olhei para as plantas sequiosas de chuva, a compaixão tomou conta de mim e resolvi rezar esse Terço até que Deus mandasse chuva. Após o lanche da tarde, o céu cobriu-se de nuvens e caiu uma chuva abundante sobre a terra. Rezei essa oração por três horas sem parar. E o Senhor deu-me a conhecer que, com essa oração, pode-se obter tudo.” (Diário 1128) A situação que Santa Faustina é vivida por milhões de brasileiros; veem nuvens mas não chove. As flores que nos compadecemos são pessoas que correm o risco de não ter água para beber. Criações inteiras morrendo de cede e fome. Mas Santa Faustina não murmurou... O que ela fez? Rezou durante três horas seguidas o Terço da Misericórdia. Como disse, o Terço da Misericórdia é uma oração de reparação que, segundo a revelação do terço à santa, impediria de agir o anjo da ira de Deus de agir. Ou seja, a seca na Polônia pode ser interpretada como um castigo pelo pecado das pessoas, mas Santa Faustina reparou o coração de Deus rezando por trÊs horas seguidas. As vezes a gente reza uma Ave Maria mal rezada e acha que é o suficiente. Gente, o povo brasileiro ofende o Senhor gravemente a todo instante, devemos reparar. Façamos como Faustina: rezemos este terço, também o Rosário, adoremos o Santíssimo Sacramento durante horas, e a chuva virá. O Senhor busca almas reparadoras. Temos que nos converter.

Nossa Senhora apareceu no Brasil em 1936 na cidade de Pesqueira-Pe, avisando que se o povo brasileiro não se convertesse e não rezasse e fizesse penitência três grandes castigos viriam sobre nossa nação além do Comunismo. Ora, há alguma dúvida que um dos castigos é a seca? Quem vive sem água? Eu não tenho dúvidas, até porque depois de saber que Frei Damião pregou que as imodéstias fariam não ter inverno, só podemos ver a seca como um castigo à nossa nação por causa da imodéstia e falta de pudor, por causa da impureza.

Repito: não é só aquecimento global, este é usado por Deus para nos punir por nossas faltas. Deus usa o clima pra falar com a gente. Reconheçamos o amor de Deus que não nos destruiu, mas aos poucos tem falado conosco para que nos convertamos. Veja o que o próprio Cristo falou à Santa Faustina: "Escreve: - Sou três vezes Santo e abomino o menor pecado. Não posso amar uma alma manchada pelo pecado, mas, quando se arrepende, não há limites para a Minha generosidade com ela. A Minha misericórdia a envolve e justifica. Com a Minha misericórdia persigo os pecadores em todos os seus caminhos, e o Meu Coração se alegra quando eles voltam a Mim. Esqueço as amarguras com que alimentaram o Meu Coração e alegro-Me com a volta deles.
Diz aos pecadores que ninguém escapará ao Meu braço. Se fogem do Meu misericordioso Coração, hão de cair nas mãos da Minha justiça. Diz aos pecadores que sempre espero por eles, presto atenção ao pulsar do coração deles, para ver quando baterá por Mim. Escreve que falo a eles pelos remorsos da consciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam” (Diário de Santa Faustina nº 1728).

Quero ainda dizer que se as mulheres (e os homens também) se vestirem com modéstia e pudor, se conservarmos a pureza das crianças, se fizermos que sejam preservada a pureza e a virgindade, se os jovens não pecarem transando antes do casamento, se os casados não cometerem adultério, se cessarmos a corrupção do corpo e da alma, eu digo que, se clamarmos a Deus vivendo e/ou buscando a santidade, voltará as chuvas normais, a proclamação do castigo para o Brasil será ignorada e virá bençãos (caso nos convertamos como disse e clamarmos a Misericórdia com celebrações da Santa Missa e orações em público), e até mesmo os rios que secaram serão novamente cheios de água por uma benção de Deus, e muitos peixes aí terá. As nascentes que desapareceram, surgirá como um milagre. Mas isso só acontecerá para provar que Deus é o Criador de tudo e o Senhor do Universo; mas enquanto da nossa boca não sair o louvor e o clamor de misericórdia, mas sim murmúrios e ódio do coração unido aos pecados da carne, continuaremos na seca e temo pelos próximos castigos... Fome? Peste? Além do Comunismo...

Diante de tudo isso, meu irmão e minha irmã, o que tenho a dizer é: contra a seca e o alto calor, vesti com modéstia e muito pudor, afinal, olhai como veste a Mãe do Senhor. Vivei em santidade. Nada de imoralidades. Olhai para o corpo de Cristo flagelado e não cometamos estes pecados mortais. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.”(Mateus 5,8)


Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe, Mãe da Pureza e da Castidade, Mãe dos Pecadores, Mãe da humanidade. Salvai-nos Mãe de Misericórdia!




sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Jesus era Comunista?




Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Sempre acontece de aparecer alguns estudantes aspirantes a novos intérpretes reais de Karl Marx afirmando que Jesus era Comunista. Na realidade, quase tudo aquilo que tem como princípio uma espécie de revolução, ao ver que são contrários ao espírito evangélico, começam então a atacar a imagem de Cristo, acusando-o daquela prática. Muitos metaleiros saem gritando por aí que “Jesus foi o primeiro metaleiro”... De onde essas pessoas tiraram essa estupidez eu não sei, mas usam isso para inibir a forte oposição que a religião tem contra o Rock; afinal o Rock tem como forte característica ser um veículo antirregião. Da mesma forma o Comunismo, ao passo que vai se tornando cada vez mais uma doutrina anticlerical sem a menor sombra de chances de unidade com o Evangelho, passam então a atacar a figura de Cristo e da Igreja. Apesar de que tenha muito comunista infiltrado dentro da Igreja, não obstante as claras condenações que o magistério da Igreja fez ao Socialismo/Comunismo. E o que fazer então – devem pensar os comunistas – para vencer essa barreira? Então é daí que surgem as falácias de que o Evangelho é socialista.

No mais responder a essa pergunta (se Jesus era Comunista) é a té desnecessária; até porque basta olhar o Evangelho em sua totalidade e verão que a doutrina de Cristo é totalmente diversa da doutrina comunista. E também não é uma grande corrente, grandes autores comunistas (se é que se pode usar “grande” pra comunistas verdadeiros) que afirmam isso sobre Jesus; os que falam essas asneiras são jovens revoltados com alto nível de desonestidade intelectual, que encontraram na Igreja Católica e na figura de Cristo um alvo eficaz para dizer para o mundo todo ouvir: somos ignorantes! Na realidade, mesmo que digam ter frequentado templos cristãos, na realidade não têm o menor conhecimento religioso; e após conhecer os figurões professores de história, sociologia e filosofia cuja fonte são o MEC (nenhuma outra fonte, só o MEC ou algum outro cego para guiá-los), fizeram a grande descoberta da sua “vocação” revolucionária fundamentada em mentiras infantis que sabe-se lá o porque ensinam e, pior ainda, se acredita tão facilmente.

Somado a tudo isso, sabemos que infelizmente parece que vivemos uma geração que tem preguiça do conhecimento. E, infelizmente, muitos católicos sem maldade alguma, poré com alguma deficiência no conhecimento da doutrina da Igreja sobre o Socialismo/Comunismo (e mesmo nas coisas referidas no Evangelho) acabam por acreditar nessa lorota esquerdista que nossas escolas e universidades estão cheias. Então lá se vai por ignorância mais um jovem lutar por um paraíso na terra, sendo que a única coisa que o Comunismo consegue trazer é o inferno...

Os Comunistas são muito espertos (os cabeças). Distorcem tudo para ganhar terreno. É assim que muitos católicos caem em suas conversinhas. A Igreja Católica prega a caridade, mas aí chega o Comunista infiltrado e transforma a caridade que envolve tanta coisa, e a reduz para um assistencialismo ou filantropia, fazendo com que a Igreja se torne aquilo que o Papa Francisco condenou: uma ONG piedosa. E muitos dentro da Igreja acabam aderindo a Teologia da Libertação – que já foi condenada pela Igreja - que mistura o Evangelho com a doutrina marxista, justamente pelo fato de que acham que tudo etá no Evangelho. Ajudar os pobres é um ato de caridade, mas transformar os pobres em marcha de manobra, usá-los para a luta de classes retirando a paz, para fazer um regime socialista, é um pecado tremendo. Uma grande exemplo do que a Igreja prega sobre a caridade do que fazem os falsos profetas aqui no Brasil, é você comparar a B. Teresa de Calcutá com os hereges da libertação. B. Teresa de Calcutá amava os pobres, vivia com eles, ajudava-os a viver e a morrer com dignidade. Mas ela nã era da Teologia da Libertação. Se ela fosse da Teologia da Libertação ela não teria fundado as Irmãs da Caridade, mas sim fundado um sindicado, ou melhor, um partido político na Índia... E na luta de classes estaria lá, a profetiza do povo de Deus. Não é isso que acontece? Não foi isso o que aconteceu com a candidata a Presidência da República Marina Silva, que afirmou que na sua juventude ia ser freira no RJ, mas que conhecendo o irmão de Leonardo Boff descobriu o “evangelho vivo” (Teologia da Libertação = Comunismo) e então desistiu da vida religiosa, e deu no que deu... Mas, será mesmo que Marina Silva tem razão em afirmar que uma doutrina que mistura Evangelho com Marxismo é o “evangelho” vivo? Agora sim, adentremos a fundo no título deste post.

Vou começar logo com uma passagem que aniquila de vez essa historinha de Jesus ser Comunista. Vai nos narrar as Sagradas Escrituras: “Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: 'És tu o rei dos judeus?'. Jesus respondeu: 'Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim?' Disse Pilatos: 'Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?'. Respondeu Jesus: 'O meu Reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo'” (João 18,33-36). Podemos ver claramente na parte destacada que Jesus afirma que o Seu Reino não é deste mundo. O Comunismo prega um “paraíso” na terra, um governo do povo, onde todos são iguais (e são iguais mesmo, todos vivendo na miséria como em Cuba, por exemplo). A propaganda é bela; e se pra dar crédito a propaganda couber usar a figura de Jesus, ótimo. Só que o que Jesus disse é totalmente contrário a isso. O Reino d'Ele não é nesse mundo. Ele é o Verbo que se fez carne, Ele é Deus (cf. João 1,1), que morreu na Cruz para nos salvar e ressuscitou ao terceiro dia. Jesus subiu aos Céus, porém, irá voltar em glória. Não sabemos nem o dia e nem a hora, mas Ele voltará para julgar as nações e então teremos NOVOS CÉUS E NOVA TERRA. Ora, enquanto Cristo não voltar, não existe paraíso na terra. Se há quem pregue isso é um mentiroso, um famoso picareta falso profeta (como foi Marx e seus seguidores).

Mas continuemos. Jesus disse que se o Reino dEle fosse desse mundo, Seus súditos teriam-O defendido. Mas Ele se entrega totalmente consciente de que o Reino que Ele vem instaurar (que concretizará na sua Parusia) é espiritual, e não político. Cristo é Rei porque é o Senhor de todas as coisas, e não porque é um chefe de Estado. Ele é o próprio Criador das coisas. Jesus sendo Deus vai querer uma glória humana que logo acaba? Deixem de ser desonestos intelectuais ou trouxas mesmo.

A Sagrada Escritura também narra que quiseram colocar Jesus à prova, e então lhe perguntaram se era lícito pagar o imposto a César. O que Jesus responde mesmo? Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus” (Mateus 22,21). Se Jesus fosse comunista, como afirmam os jovens falaciosos, Jesus teria dito “eu sou o Filho de Deus, não posso falar porque o Estado é laico” (se bem que o Império Romano não era bem “laico”, eles cultuavam vários deuses pagãos – mas você entendeu o que quis dizer). E essa resposta de Jesus – que devemos dar a César (ao Estado) o que é de César, e a Deus o que é de Deus – é muito sensata. Sabemos que o Comunismo prega justamente o contrário: dê ao Estado até a última gota de sangue, e a Deus... bom Deus – segundo eles – não existe e o Estado é laico. Então começa-se a perseguição aberta ao cristianismo. Eles usam da religião para chegar ao poder (como o PT usou a Igreja Católica no Brasil – no caso a Teologia da Libertação) e depois pisam em cima da mesma. Já Marx dizia que “a religião é o ópio do povo”. E dizia isso porque na cultura judaico-cristã as pessoas não queriam um paraíso na terra, mas sim a Pátria eterna que é o Céu. Após serem induzidos a lutar contra os patrões, viu-se que as pessoas em suma não caiam muito nessa historinha, porque viviam em sofrimentos, porém, na espiritualidade cristã o sofrimento é algo que nos une a Cristo. Aliás, se queremos a glória do Céu devemos aceitar a cruz nesta vida. E por isso Marx revoltado diz isso sobre a religião, e vê que deve destruir a religião – em especial a Católica – para conseguir colocar seus planos em prática. O plano não daria em nada, mas parece que o diabo levantou alguns admiradores de Marx, e estamos vendo no que está dando.

Em um Estado Comunista ser cristão é crime. Por mais que neguem. Foi assim (e é) em todos os lugares que os malucos seguidores de Marx chegaram ao poder. Eles distorcem o entendimento de “Estado Laico” e transformam aquela sociedade em um país anticlerical. Foi assim na Espanha, por exemplo, durante a revolução espanhola (guerra civil) em que o Governo Comunista “botou pra moer” com os cristãos católicos. A ordem era matar todos os que se apresentassem de batina. Nos documentos que registram os assassinatos encontramos absurdos de pessoas mortas por usar medalhas religiosas ou, pasmem, uma mãe que foi morta por cometer o “crime” de ser mãe de dois Jesuítas. Por isso, meus queridos irmãos, devemos dar ao Estado o que compete a ele, mas não devemos deixar de dar a Deus o que é d'Ele. Que nós possamos dar a vida como deram as milhares de testemunhas na Espanha durante a revolução comunista, mas não neguemos a Deus e a nossa religião Católica. E para verem que Jesus não era Comunista, Seus seguidores viviam aquilo que o Apóstolo Pedro, primeiro Papa da Igreja Católica, vai dizer inspirado pelo Espírito Santo “Importa obedecer antes a Deus do que aos homens” (Atos 5,29).

Esses jovens e velhos comunas acabam distorcendo várias passagens bíblicas para “endeuzar” a pobreza, usando esta como marcha de manobra para a revolução social.

Não sei se todos perceberam, mas Jesus Cristo era pobre. Jesus mesmo disse “as raposas têm suas tocas e as aves do céu, seus ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça” (Mateus 8,20). Viram? Jesus não tinha onde repousar a cabeça, mas nem por isso ele fundou um MST. Claro, sabemos que a luta justa para conseguir terra para trabalhar e/ou moradia é uma coisa; mas quem disse que o MST faz isso? Esse movimento Comunista invade a propriedade privada, faz vários inocentes de refém e até chegam a matar as pessoas. Um mal sendo pago com outro? Oi? Por isso acertadamente dizia Paulo VI "Exortamo-vos a não pôr a vossa confiança na violência, nem na revolução; tal atitude é contrária ao espírito cristão e pode também retardar, ao invés de favorecer a elevação social pela qual legitimamente aspirais" (Discurso aos Agricultores da Colômbia em 23 de agosto de 1968); e também "A Igreja não pode aceitar a violência, sobretudo a força das armas - de que se perde o domínio, uma vez desencadeada - e a morte de pessoas sem discriminação, como caminho para a libertação" (Evangelii Nuntiandi, 37).

Os seguidores de Jesus também são chamados a se despojar de todo apego a riqueza. A Igreja nunca disse que ser rico é pecado, mas ser apegado a ela sim, é pecado. E isso nós na passagem de Jesus e o jovem rico. Aquele jovem disse que seguia todos os mandamentos, e pergunta ao Senhor o que devia fazer para ser perfeito. Jesus então manda-o vender todos os seus bens e segui-Lo. O que aconteceu mesmo? O jovem ficou muito triste porque tinha muitos bens (cf. Mateus 19,16-29). Jesus em momento algum disse “dê seus bens para o Estado para repartir em igualdade”. Não! Jesus mandou que ele desse os bens aos pobres, e, com essa atitude, se tornasse pobre também (o contrário da esquerda caviar que prega igualdade, mas deixa todos na penúria, enquanto são donos de mansão e contas bem gordas).

Também é ensinamento de Jesus que devemos buscar “o Reino dos Céus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” (Lucas 12,31). Ou seja, para vencer na vida não dependemos de fazer revoluções, a revolta da classe trabalhadora contra os patrões, montar a ditadura do proletariado, etc. O que Jesus ensina é bem diferente. O que Jesus ensina é: buscai o Reino de Deus e sua justiça, e todo o resto, o necessário pra essa vida, vos será acrescentada. É por isso que Marx e demais comunas veem na Igreja um empecilho para colocar seus planos em prática. Afinal, sempre que alguém fomentasse alguma revolta pró-comunista, as pessoas estariam a dizer “estou buscando o Reino de Deus. O Céu, sim, o Céu, lá é onde seremos verdadeiramente felizes; aqui buscamos viver a virtude”.

Apesar da pobreza ser um mal social, devemos combatê-la à luz da Doutrina Social da Igreja. Sabendo que em tudo tem um desígnio de Deus. De um mal Deus pode tirar um bem. Já vi ricos que são pobres da graça de Deus, orgulhosos, etc. E já vi pobres, moradores de rua até, humildes, que tem zelo e uma fé maior que a minha e a tua que le este artigo. Mas também já vi ricos de dinheiro que são pobres no apego, ou seja, são desapegados dos bens, que vivem a virtude, e buscam fazer a vontade de Deus; e também já vi pobres orgulhosos, mais apegados as coisas da terra do que as minhocas. Por isso Deus Pai revela à Sana Catarina de Senna que quando Cristo disse que é mais difícil um camelo passar pelo fundo de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus (cf. Mateus 19,23), tratava-se também de pessoas que são pobres de bens materiais, mas que, se pudessem, conquistariam o mundo inteiro. E existem várias pessoas que são pobres, mas no coração querem fama, dinheiro, poder, etc. Isso é uma desordem.

E lembremos também que a própria pregação Socialista/Comunista que prega um paraíso terrestre é incompatível com a Palavra de Deus. Já desde o antigo testamento vemos o Senhor falar bem diferente; e Jesus confirma tudo com sua vida. Eis que a Palavra de Deus diz Nunca faltarão pobres na terra, e por isso dou-te esta ordem: abre tua mão ao teu irmão necessitado ou pobre que vive em tua terra” (Deuteronômio 15,11).

Acho que não resta dúvida – se é que existia – em relação a Jesus ser ou não comunista. Se nas Sagradas Escrituras existia alguém comunista (ou da TL), este alguém era Judas Iscariotes. Leia e entenda:”[...]Mas Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, aquele que o havia de trair, disse: 'Por que não se vendeu este bálsamo por trezentos denários e não se deu aos pobres?'. Dizia isso não porque ele se interessasse pelos pobres, mas porque era ladrão e, tendo a bolsa, furtava o que nela lançavam. Jesus disse: 'Deixai-a; ela guardou este perfume para o dia da minha sepultura. Pois sempre tereis convosco os pobres, mas quanto a mim nem sempre me tereis'.”(João 12,4-8). Ficou claro? Pobres sempre existirão. Repito: há desígnio de Deus. E, claro, é um mal da humanidade que por ela mesma se destrói. E os Comunistas, assim como Judas, não estão interessados nos pobres, mas no lucro que estes podem lhe dar. Judas fez um discurso pró pobreza visando roubar a bolsa; os comunistas fazem o mesmo discurso visando poder. E temos visto isso acontecer. A maioria dos partidos que disputam hoje a Presidência da República são de esquerda, e muitos de esquerda radical. Mas os pobres, a igualdade, sempre estão nos seus discursos. Mas onde o Comunismo chegou, houve igualdade? Se muitos acusam o Capitalismo de fazerem os ricos cada vez mais ricos, e os pobres cada vez mais pobres (acusam, ao invés de combater os excessos do consumismo, não vendo que se “acabarem” com o capitalismo o país afundará, pois sem livre comércio, livre iniciativa, concorrência das empresas, cadê os empregos e riquesas pro país?); o Comunismo conseguiu de fato igualar: os pobres cada vez mais pobres, e os ricos.. Não tem rico. Aliás, tem os pobres esmagados sob o regime totalitário, e o Estado rico tendo prazer em ver a bagaça toda. Um exemplo é Cuba. Este país da ditadura de Castro, de fato é igual. E é tão igual que o povo se arrisca no perigoso mar até chegar nos EUA, porque a igualdade comunista é uma miséria sem fim. Se está desigual, nem sempre buscar a igualde é a melhor solução.

E o que você me sugere, Anderson?” - deve estar você a me perguntar. Eu nada. Mas Jesus já tem sugerido a milênios:

Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque aquele que quiser salvar a sua vida, irá perdê-la; mas aquele que tiver sacrificado a sua vida por minha causa, irá recobrá-la. Que servirá o homem ganhar o mundo inteiro, se vem a prejudicar a sua vida? Ou que dará um homem em troca de sua vida?...” (Mateus 16,24-26)

Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá também está o teu coração.” (Mateus 6,19-21)

Buscai antes o Reino dos Céus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” (Lucas 12,31)

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei do Universo!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Tornado em Brasília: sinais do fim dos tempos?

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Se você não tiver acompanhado as últimas notícias estará achando que o título deste post é uma piada e/ou sensacionalismo. Mas é verdade: no dia 01 de Outubro aconteceu um tornado no Distrito Federal. Isso mesmo que você leu! Pela primeira vez se teve um registro de tornado no DF; que causou estragos, mas graças a Deus sem nenhum dano à vida.

O tornado que, segundo especialistas, foi classificado dentre os mais leves, assustou os moradores que viram ao vivo, e também os que só ficaram sabendo vendo fotos e videos na internet. Um tornado logo em Brasília? Como pode isso? Claro, quem trabalha com meteorologia sempre vai querer explicar; mas eu creio que este tornado tem um significado muito maior. (Clique aqui e veja em video)

Não quero aqui fazer um sensacionalismo barato como muitos fazem, chegando ao ponto de até dizer data pra volta de Nosso Senhor Jesus Cristo. Porém devemos saber que o Senhor usa de tais fatos para falar com a humanidade. E mesmo que seja com algo explicável, como um tornado pode ter uma explicação (apesar de em Brasília ser fora de lógica), Deus usa para falar algo com a humanidade. A ação de Deus também passa pelo natural.

O Senhor disse sobre a proximidade do fim dos tempos: "Irá levantar-se nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. Tudo isso será apenas o início das dores.[...] Logo após esses dias de tribulação, o sol escurecerá, a lua não terá claridade, cairão do céu as estrelas e as potências dos céus serão abaladas. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade." (Mateus 24,7-8;29-30) - E se prestarmos atenção veremos que já estamos começando a sentir este "início das dores"; de fato, as potências dos céus estão sendo abaladas. Em vários lugares do mundo têm ocorrido catástrofes, tanto naturais, quanto tragédias humanas. E este tornado em Brasília pode ser mais um desses sinais de que algo está acontecendo no mundo. Sim, o Senhor vem nos alertar. O mundo inicia o seu caos apocalíptico. E estes fenômenos são um castigo, ou antes um grito de convertam-se! O Senhor tem castigado com brandura para que nós olhemos para Ele. Eu acredito profundamente que este tornado de Brasília foi um alerta do Senhor, e, olhando pra ele, vejo o quanto Deus é misericordioso. O Senhor vendo nossa nação caminhando rumo a perdição total (o Brasil é só pecados por cima de pecados - principalmente pecados da carne e da idolatria, ou seja, negação de Deus para adorar os homens ou criaturas) o Senhor resolve mandar um alerta de um tornado de um nível leve em uma área descampada. Um alerta. 

Se nós não nos convertermos e mudarmos de vida, o Senhor irá nos castigar. E o Senhor não é ruim ou injusto, pois o castigo que Ele nos aplica é nos entregar a nós mesmos. Sim, virá regimes totalitários (comunista) e grandes desgraças causadas por rebelião da natureza (mesmo que seja natural e você dê uma explicação como o desmatamento, só reforça o que disse que a ira de Deus é nos entregar a nós mesmos, ou seja, toda dor que a humanidade sente quem fere somos nós mesmos).

No mais, disse o que disse para que você reflita. Não estou dizendo que o tornado é o sinal da volta de Jesus, nem que a Dilma tem pacto com o capeta, nem que Marina é sócia no pacto e Aécio Maçom e vai acontecer os três dias de trevas no fim de semana das eleições. Isso sim seria sensacionalismo. O que estou fazendo é pedir para você olhar estes fenômenos extraordinários e compará-los com o que é narrado nas escrituras; passando então a meditar como está a sua vida. Afinal, o Senhor pode voltar a qualquer momento, como também nós podemos morrer (até mesmo durante uma tempestade dessa ou de outra maneira) e irmos de encontro a Ele. E como iremos nos apresentar? 

Saiba que Deus usa estes eventos para falar com a humanidade. Deus fala de muitas maneiras, como Ele mesmo afirma para Santa Faustina: 

"Escreve que falo a eles pelos remorsos da consciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam” (Diário de Santa Faustina nº 1728)

Que a Virgem Maria, nossa Co-Redentora e Mãe, a Mãe das dores, nos auxilie a viver os tempos da tribulação e que saiamos vencedores em Cristo Jesus neste tempo das dores que começa. Sim, que auxiliados por Ela, permaneçamos fiéis a Deus até a volta gloriosa de Cristo junto com os santos anjos, para que assim possamos por todos os séculos dos séculos adorar a Santíssima Trindade. Amém.

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei do universo!

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

"Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo" - como entender, à luz da fé católica, esta mensagem de Nossa Senhora?

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Roma perderá a fé e se converterá na sede do Anticristo”. Essas palavras contida no corpo da mensagem da profecia de Nossa Senhora de La Salette – para os que crêem que faça parte, já que muitos afirmam que este texto mais apocalíptico não faria parte da mensagem aprovada pela Igreja - causa um grande incômodo para os católicos, tanto devotos verdadeiros, quanto aos mais céticos. Mas, de fato, como interpretar essa mensagem à luz da doutrina da Igreja? Como conciliar esta frase dita por Nossa Senhora nesta aparição com as palavras de Jesus no Evangelho de Mateus no capítulo 16 versículo 18 “E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”? Não estariam essas frases em contradição? Sendo assim, a mensagem em questão seria falso e nunca teria sido pronunciada por Maria Santíssima? Bom, não é bem assim.

A solução deste problema é bem simples. Antes de qualquer coisa quero dizer que em nada esta mensagem entra em contradição com as palavras de Jesus e nem com a doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana. O que ocorre é um certo “protestantismo” entre os católicos, onde cada um interpreta a sua maneira fazendo uma grande confusão. É como uma frase que ouvi certa vez e que é bem verdade: Texto sem contexto é pretexto pra heresia. E se se tratando de Bíblia, um texto sem contexto é usado pra heresia, imagine algo em relação a mensagens fortes de Nossa Senhora como é o caso de La Salette.

Também é válido lembrar que ninguém é obrigado a acreditar em revelações particulares – que tenham sido feitas a santos ou a pessoas ainda vivas em nosso meio -,mensagens de Nossa Senhora ou algum outro espírito celestial (São Miguel e os anjos, por exemplo), etc. O próprio Catecismo da Igreja Católica nos ensina isso no nº 67. Embora quando uma aparição é reconhecida como autêntica pela Igreja, ninguém pode sair pregando publicamente em nome da Igreja dizendo que esta é falsa, que é mentira seu conteúdo, etc., afinal, o juízo da Igreja já confirmou ser real. Você pode não crer e não seguir e mesmo assim ser salvo; pois a revelação que somos obrigados a crer é a revelação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Enfim, depois dessa pequena explicação, vamos ao que interessa da mensagem de La Salette.

A polêmica existe mais por causa da má interpretação que alguns grupos de pessoas dão a ela. Se você pegar a mensagem em questão, não verá em momento algum Nossa Senhora falando que a Igreja Católica será destruída. Essa mensagem é muito contestada pela interpretação que alguns rad-trad – principalmente os metidos a sedvacantistas – dão a ela. Estes dizem que Nossa Senhora falou – nesta frase – que o Papa seria um herege e seria o próprio Anticristo. Mas, se lermos a mensagem inteira não veremos Nossa Senhora falar em momento algum que o Papa será o Anticristo. Essa conversa até parece coisa de protestante neopentecostal que gosta de inventar umas revelações malucas do tipo; além de dizer que o Papa é o anticristo, eles (neopentecostais) afirmavam até pouco tempo que S. João Paulo II ressuscitaria e se tornaria o anticristo. Infelizmente, se os rad-trad queriam difundir a mensagem de Nossa Senhora e espalhar a devoção mariana, acabam por fazer com que esta perca o crédito. Pois por causa da má interpretação de uma frase, acaba-se condenando todo corpo da mensagem que é muito rica. A mensagem é dura, é verdade, mas muito verdadeira. Não podemos negar que boa parte do que contem na mensagem (clique aqui e leia na íntegra) já se cumpriu.

Mas então, caro Anderson, me explique o que quer dizer essa frase de Nossa Senhora se não é o Papa ser o Anticristo” - deve estar você me perguntando neste momento. Eu não sou o dono da verdade, mas como devoto de Nossa Senhora e um Católico que, apesar das minhas imperfeições e pecados, busco conhecer e anunciar a verdade, olhando este trecho das mensagens de La Salette podemos ver claramente que não se trata do Papa ser Anticristo, mas com a apostasia da Igreja e a grande crise interna, esfriamento espiritual, etc.

Vejamos: Nossa Senhora disse que Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo. Vamos raciocinar, por favor. Roma perderá a fé? Isso não quer dizer que A Igreja Romana será destruída, mas simplesmente que haverá – e há – uma crise de fé na Igreja. E disso é falado no Santo Evangelho: “Mas, quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?” (Lucas 18,8). Jesus mesmo está falando que antes de Ele voltar haverá uma grande crise de fé; chegando ao ponto de Ele perguntar se encontraria fé sobre a terra. E não é como vivemos hoje? Ou melhor, como estamos caminhando... Hoje você entra numa Igreja Católica e não sabe se de fato é a Igreja Católica, a tal ponto que chegou a confusão de fé. Igrejas que não tem grupos de oração, não se reza o Terço, não se tem missas féis a liturgia; porém tem curso de controle da mente, yôga, “missa” afro e outras profanações com pipoca, cachaça e mais oferendas a exús. Isso falando de Brasil, fora o que acontece em vários lugares. Há uma grande crise de identidade, ou melhor, de fé. No Brasil o sincretismo é tão grande que pobre de quem falar contra o espiritismo em algum lugar! De maneira geral não se tem mais uma fé pura. Hoje cada um crê no que quer. Não se crê mais no que a Igreja crê. Para terem uma ideia de como isso se complica a nível mundial, o Concílio Vaticano II é um grande exemplo de perca de fé. Não no sentido que os rad-trads e sedvacantistas aplicam. Mas chegamos ao ponto de um Concílio falar “A” e nos Seminários e nas mídias se ensinar “Z” (o extremo mesmo). O maior empecilho para restaurar a Igreja – no sentido de São Francisco de Assis – é que muitos querem romper com o Vaticano II, enquanto o mais saudável é imitar Bento XVI na hermenêutica da continuidade. Com tanta briguinha na internet, nego virando rad-trad e largando a evangelização kerigmática que tinha, deixando de assistir a Missa porque só tem na sua cidade a de Paulo VI (e a criatura só quer a de Pio V) e estando em pecado mortal... mas tudo em nome da tradição. Por outro lada os caras com encosto de Leonardo Boff que tudo querem modernizar, tudo querem aaaah... Não sei explicar. Mas nessa minha tentativa, conseguem compreender a confusão de fé que há? Roma está perdendo ou não a fé? Roma perde a fé na medida em que os filhos abandonam o ensinamento da Mãe, que é a Igreja Romana. E aí estar na Igreja sem estar unido a Ela, é ser apenas um vírus que infecta-a e a faz ficar doente.

...e se tornará a sede do Anticristo” - mas agora está falando do Papa, ou não? É.. Não! “você acha que a Igreja se transformará na sede do Anticristo?” - Meu irmão, minha irmã, e você tem dúvidas de que ela não já se tornou? Explico-me. Por mais que tenha citado confusão de leigos em relação a fé de Roma, a apostasia e os erros difundidos fazem mais sentido na mensagem de Nossa Senhora em relação ao clero. Falei da confusão de rad-trad e afins porque é comum vermos essa “birrice” nas redes sociais. A mensagem é grave e fala de situações graves dentro do clero.

Então você acha que Roma será a sede do Anticristo mesmo” - E você tem dúvidas ainda? Satanás há dois mil anos se infiltrou no clero, seduzindo Judas Iscariotes, e este traiu o Senhor. Satanás, nos dias de hoje, se infiltrou na Igreja, como o Papa Paulo VI disse “a fumaça de satanás entrou na Igreja”, e seduz a muitos novos Judas que traem Jesus. E essa traição dos Judas modernos se dá na perca da fé, negar dogmas, propagar o erro, rejeitar a própria Igreja, etc. Nas próprias orações exorcísticas da Igreja encontramos um trecho que fala “As hostes astuciosíssimas encheram de amargura a Igreja, esposa imaculada do cordeiro, e inebriaram-na com absinto; puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios. Ali onde está constituída a sede do beatíssimo Pedro e cátedra da verdade para iluminar os povos, ali colocaram o trono de abominações da sua impiedade, para que ferido o pastor, dispersassem as ovelhas”- Com isso vemos claramente que satanás quer sim atacar a pedra de unidade da Igreja, o Papa. Sim, satanás colocou o trono de abominações em Roma... E isso chama-se MAÇONARIA. Ora, não devia ser novidade pra ninguém! Todo mundo devia saber que é cheio de maçom no Clero Católico. Não falo dos maçons de lojinhas, mas sim da maçonaria dos mais autos graus. Ora, todo mundo sabe – ou deveria saber – que muitos Bispos, e quiça Cardeais, são maçons. Muitos nem mesmo acreditam na existência de Deus. Sabemos que antes do Concílio Vaticano II foi infiltrado Comunistas dentro da Igreja com o intuito de a destruir por dentro, já que a Igreja foi e é um empecilho para os agentes da Nova Ordem Mundial. Após o Concílio Vaticano II ficou fácil falar nos seminários e púlpitos católicos sobre o “espírito do concílio” e não dos Documentos do Concílio que são riquíssimos. Apesar de não ser dogmático, você sabia que o CVII foi o Concílio que mais falou de Nossa Senhora? Você sabia que São Luís já havia falado que “Nesses últimos tempos, Maria deve brilhar, como jamais brilhou, em misericórdia, em força e graça”? E Ela brilhou no CVII, mas pouco se tem pregado (e os entendedores da Tradição que deveriam pegar estes pontos positivos, imitam os lobos pegando alguma coisa que caiba “interpretação” aplicando de uma forma contrária a Tradição, sendo que o CVII nunca pregou o rompimento). Quem prega sobre as maravilhas de Maria Santíssima no CVII? Mas quantos e quantos pregam que Maria é apenas a “serva” como uma qualquer, membro da Igreja, que só serviu - e apenas só? - para dar a luz Jesus... (to falando de padres católicos) Estes tem aos montes. Se apegam ao Concílio, mas o Concílio diz que Maria Santíssima cooperou de maneira singular na obra da salvação. Opa, mas isso não faz parte da novidade... E por isso Bento XVI diz que existiram dois concílios: o real com seus documentos, e o da mídia.

Ora, o próprio Padre Gabriele Amorth, exorcista oficial de Roma até pouco tempo (está de idade avançada, porém, até onde sei continua fazendo exorcismos. Ele continua dando trabalho pro demônio!), disse que encontrou Bispos que diziam não acreditar na existência do demônio. Como assim? Já é definido pela fé católica que satanás existe e haje no mundo para perder as almas. E o próprio Padre Gabriele Amorth conta-nos:

Quando encontrei pela primeira vez o Pe. Pellegrino Ernetti, um célebre exorcista que exerceu o ministério por quarenta anos em Veneza, disse-lhe:
- Se eu pudesse falar com o Papa, eu lhe diria que encontro demasiados bispos que não crêem no demônio.
Na tarde seguinte o Pe. Ernetti veio até mim, para me dizer que de manhã tinha sido recebido por João Paulo II.
- Santidade, dissera-lhe, há um exorcista cá em Roma, Pe. Amorth, que se o visse Lhe diria que conhece demasiados bispos que não crêem no demônio.
O Papa respondeu-lhe: - Quem não crê no demônio, não crê no Evangelho!
Eis a resposta que Ele deu, e que eu repito.”

E aí, caro leitor, eu te pergunto: quantos Bispos e padres você conhece que não crêem no demônio? Claro, não conhecemos o seus corações pra saber de sua fé. Mas, quantos você conhece que pregam abertamente que demônio não existe, e que o “mal” que fala no Evangelho é qualquer outra coisa (como os adeptos da TL dizem: é a pobreza, a injustiça, blá, blá,blá...). E aí nós vemos que o Papa S. João Paulo II afirma que quem não crê no demônio, não crê no Evangelho. E então, Roma tem perdido ou não a fé? Indico que leiam os livros do Padre Gabriele Amorth, pois ele, com toda propriedade do mundo, fala sobre esta questão e afirma que Bispos que são negligentes na nomeção de exorcistas estão em pecado mortal.

Peço também que leiam a mensagem de La Salette completa, olhem a questão da apostasia do clero e comparem com outras revelações. Indico que vejam o que o próprio Jesus falava a Santa Faustina e que esta escreveu no Diário. Vejam a semelhança. E comparem o que foi revelado com a situação atual do clero. A respeito disso já escrevi neste blog. Clique aqui e leia.

No clero há quem não crê na existência do demônio; na presença real de Jesus na Eucaristia; desdenha da devoção verdadeira à Nossa Senhora; prega erros tremendos; tem comunistas declarados; gente revoltada contra o Papa; escândalos e mais escândalos (muitos até de gente infiltrada no clero só para sujar a imagem da Igreja Católica; outros casos falsos com este intuito, etc); enfim, uma grande confusão de fé. E você tem dúvidas que “Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo”?

No mais, quero encerrar esta reflexão lembrando algo importante em relação as mensagens de Nossa Senhora. Muitas pessoas leem as mensagens de La Salette e ficam assustadas; porém, devem recordar-se que todas as mensagens da Virgem Maria em relação a acontecimentos futuros (em relação a alguma desgraça que acontecerá em algum lugar, um castigo, etc.) são mutáveis. Como assim? Uma coisa é a Virgem Maria dizer em Fátima “Por fim o Meu Imaculado Coração triunfará!”. Essa palavra dEla é real. Não mudará e se confirmará. É uma promessa dEla. Ela triunfará sobre o mal e sobre o pecado. Ela é a Mulher de Gênesis 3 e Apocalipse 12 que vence a serpente e o dragão infernal. Ela vencerá! Pode acreditar! No fim de tudo o Coração Imaculado dEla triunfará na pervertida sociedade. Outra coisa, porém, é quando Ela diz sobre a questão da apostasia ou anunciando que sobre alguma nação sobrevirá uma desgraça (um castigo). Nossa Senhora apareceu no Brasil no ano de 1936 e disse que viria três grandes castigos para o Brasil SE O POVO NÃO REZASSE E FIZESSE PENITÊNCIA. Ela nos anunciou que o Comunismo entraria no Brasil – como de fato temos visto um grande avanço – se o povo não fizesse penitência. Em Fátima a Virgem Maria pediu para que se rezasse o Terço todos os dias para parar a guerra (e acabou) e disse “parem de ofender a Deus que já está muito ofendido!”. Isso significa que os anúncios de castigo são mutáveis em relação a nossa resposta ao aviso. Trata-se de um alerta: isso acontecerá se não houver quem reze e se sacrifique, e caso não se convertam. Caso nós nos arrependamos dos nossos pecados e façamos penitência, o mal que sobreviria a terra poderá ser anulado. Sim, a justiça de Deus é aplacada quando recorremos a Sua infinita Misericórdia. Como Santa Faustina diz “não há quem tenha recorrido a Vossa Misericórdia e não tenha sido por Vós atendido”.

E isso é bíblico. Se você ler o livro Sagrado do Profeta Jonas, verás que ele vai até Nínive e prega para aquele povo que virá uma grande desgraça para aquela terra. Nínive era uma cidade pagã. Mas ante a pregação profética de Jonas passaram a crer. E as Sagradas Escrituras narram que os ninivitas proclamaram um jejum para toda a cidade; até o rei se despojou de seu manto, cobriu-se de saco e sentou-se sobre a cinza. O rei mandou publicar pela cidade um decreto obrigando até os animais a fazerem jejum (cf. Jonas 3,5-8). E o rei ainda disse: “quem sabe, Deus se arrependerá, acalmará o ardor de sua cólera e deixará de nos perder!” (Jonas 3,9). As Sagradas Escrituras então narram que Deus, que havia proclamado a destruição de Nínive, “arrependeu-se do mal que resolvera fazer-lhes, e não executou” (cf. Jonas 3,10).

A mesma coisa ocorreu com o profeta Miquéias. Só que aqui o profeta após ter tido a visão da desgraça que sobreviria, ele mesmo intercedeu pelo povo: “Eis o que me mostrou o Senhor Javé: uma nuvem de gafanhotos no tempo em que a forragem começa a crescer. Era a forragem depois da ceifa reservada ao rei. Quando os gafanhotos acabaram de devorar a erva da terra, eu disse: 'Senhor, tende misericórdia! Como poderá resistir Jacó, sendo ele tão pequeno?' O Senhor arrependeu-se. 'Isso não acontecerá! – disse o Senhor”. Assim é a Virgem Maria: Ela pode até anunciar ao mundo que virá um grande castigo, mas ela mesma está diante de Jesus Cristo clamando Misericórdia. Assim viu Santa Faustina – e narra em seu diário – a Virgem Maria, com o coração transpassado, e diante de Jesus impedindo que Ele punisse o mundo (cf. Diário). E se a oração do profeta é ouvida, quanto mais a da Mãe do próprio Deus encarnado!

Assim como vimos acontecer com os profetas Jonas e Miquéias, também acontece com as mensagens de Nossa Senhora. Ela anuncia que virá o castigo, mas nos diz o remédio para evitá-los: oração e penitência (e não ofender a Deus com nossos pecados, obviamente). Se olhares atentamente, todas as mensagens de Nossa Senhora traz essa centralidade na vida de oração, penitencial e um chamado à conversão do coração. O problema é que a gente foca muito na desgraça, enquanto ela anuncia o caminho da graça também. É fato que Ela anunciou que “Roma perderá a fé e será a sede do Anticristo?” Sim. E disse outras coisas terríveis também. Mas é fato que Ela deu os remédios: citando os Apóstolos dos últimos tempos – termo que São Luís Maria Grignion de Montfort usa no Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem Maria – e também por ter aparecido usando correntes, a Virgem Maria mostra que o antídoto para o veneno do mal que assola a sociedade é a Santa Escravidão de amor, e a verdadeira consagração ao Seu Imaculado Coração, pois, Ela já nos preanunciou que por fim o Seu Imaculado Coração triunfará! Ela nos exortou a uma vida unida a Cristo. Talvez o povo foque nesses pontos polêmicos, e esquecem-se que Ela também disse na mesma aparição que Roma pagã desaparecerá, ou seja, o que é relativismo, inimigos de Deus dentro da Igreja, serão destruídos. Fora que "Roma" aqui pode ser a própria cidade. Mas o povo foca tanto na polêmica, e esquece-se que em La Salette também foi dito perto do fim da mensgem:

"Pelo sangue, as lágrimas e as orações dos justos, Deus Se deixará aplacar.”

Então, que tal nós deixarmos de “mi, mi, mi” e discussões tolas e passarmos a derramar diante de Deus nosso sangue, nossas lágrimas e nossas orações para aplacar a ira de Deus!? Já rezou teu Rosário hoje? É, meu amigo, talvez você tenha esquecido da parte “rezar o terço todos os dias” das mensagens marianas.

Ps: para entendermos melhor essa questão da ação da maçonaria dentro da Igreja, pretendo nos próximos dias postar aqui algumas mensagens de Nossa Senhora ao Pe Gobbi que fala ao respeito.

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!



Faço minhas as palavras de São Tomás de Aquino:

“Espero nunca ter ensinado nenhuma verdade que não tenha aprendido de Vós. Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana” 

E também as de Santa Teresa d’Ávila:

“Se alguma coisa não estiver conforme a doutrina da santa Igreja Católica Romana, será por ignorância, não por malícia. Pela bondade de Deus, sempre estou, estive no passado e estarei no futuro sujeita à santa Igreja. Seja ele para sempre bendito e glorificado.”