sábado, 27 de setembro de 2014

CUIDADO COM OS DOCES DE COSME E DAMIÃO



santos católicos verdadeiros
Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Sabemos que quando se chega nesta data do ano podemos notar que em vários lugares se distribui doces em honra a São Cosme e São Damião. Quer dizer: distribuem doces dizendo ser em honra dos santos católicos. Mas a realidade é que este costume popular não é católico e pode causar danos espirituais as pessoas.

Por mais que algumas pessoas venham dizer que não tem problema comer esses doces – até usando de passagens bíblicas pra dizer que se pode comer algo sacrificado ao demônio-, sabemos que não é bem assim. Vivemos em uma época em que o povo têm se afastado da oração, ou seja, da comunhão com Deus e, comendo esses doces, estaria abrindo uma enorme brecha para satanás.

Mas como assim Cosme e Damião e demônios? Para esclarecer: Cosme e Damião são sim santos católicos. São Cosme e São Damião foram mártir da fé dando seu testemunho derramando o sangue por volta do ano 300d.C pela perseguição do Império Romano. A festa litúrgica desses santos na Igreja Católica é no dia 26 de setembro. Já a distribuição dos doces supostamente em honra aos santos é feita no dia 27 de sembro. Ora, isso é muito fácil de saber o porquê.

Essa distribuição é feita no dia 27 de sembro porque não é em honra aos santos Católicos São Cosme e São Damião, mas sim aos orixás da umbanda conhecidos como Ibejis. Este costume de dar doces começou com os praticantes de umbanda. E eles começaram a usar o nome – e até as imagens – dos santos católicos nos seus cultos pagãos, não só para confundir, mas pelo fato de que as religões pagãs afro (como é a umbanda) eram proibida no Brasil; por isso, para dar aparência de devoção e fé católica, eles começaram a cultuar seus ídolos (orixás) usando o nome e imagens dos santos católicos. Dizem Cosme e Damião com a língua, mas o sacrifício é feito aos demônios. Isso precisa ser dito! E por isso os doces são costumeiramente distribuídos no dia 27 de setembro, pois neste dia, na religião umbandista, celebra-se o dia desses orixás “crianças”. E também por essa particularidade que se apresentam os demônios, distribuem-se doces para as crianças.

Como podemos ver é tudo fruto de um sincretismo religioso. A Igreja Católica nada tem a ver com isso. E nem com as várias outras formas de sincretismo religioso como usarem São Jorge no espiritismo e outros. Muitos acusam a Igreja de ser pagã porque na macumba, espiritismo de terreiro, e outros, usa-se o nome e imagens dos santos Católicos. Ora, em muitos desses lugares – e até em lojas maçônicas em seus rituais macrabos – usa-se até Bíblia; e nem por isso eu vou deixar de acreditar na Palavra de Deus que condena tais coisas. A Igreja é apenas mais uma vítima desse sincretismo que acaba por confundir o povo de Deus.

Isso não quer dizer, porém, que todos os doces de “Cosme e Damião” sejam consagrados aos demônios. O que acontece é o seguinte: muitas pessoas acabam fazendo promessas com o coração direcionado a intercessão de São Cosme e São Damião e, por ignorância, acabam fazendo a distribuição dos doces para as crianças em forma de agradecimento. Muitos de fato desconhecem – como eu até pouco tempo desconhecia – o fato dessa prática ser oriunda das religiões pagãs. Outros distribuem por puro espírito caritativo. Mas, não poucos, distribuem por orientação dos orixás (demônios) e em honra a eles, e aí sim mora o perigo. Eu não acho que uma pessoa vá para o inferno por comer um doce, porém, se uma pessoa que não está na graça de Deus come um doce contaminado, poderá então causar grandes danos na sua alma. E, mesmo que eu esteja na graça de Deus, e vá comer por pura presunção... Oremos. É bom evitar para não confundir o povo mais simples que desconhece essas coisas.

É bom não distribuir doces nessas datas e passar a ter uma maior convicção. Essas coisas não são brincadeira.

Aqui mesmo perto de casa já fui alertado que tem um mulher que vende doces, porém, antes de colocá-los a venda consagra-os no centro de macumba. Muitos doces que hoje são distribuiídos para as criança, passaram nos terreiros. Muito cuidado! Mesmo que tem doces que não tem consagração e nem intenção de ser em honra aos orixás, como saberemos? Por isso devemos ser cautelosos.

No mais também conheço pessoas que nunca distribuíam doces de “Cosme e Damião”, mas depois que conheceu e frequentou centro de macumba, passou a prática da distribuição... Cuidado!

Os mais céticos diram que “isso não existe!”, “se estou na graça de Deus nada me atinge!”, “eu não acredito nisso!”; só que tem um detalhe: se lermos um pouco de demonologia, em especial textos do Pe Gabrielh Amorth, veremos o quão perigoso pode ser comer coisas consagradas ao demônio. Quantas vezes ouvimos pregações de Padres ou leigos que lidam com “cura e libertação” ou sacerdotes exorcistas, e estes proclamam a libertação de pessoas que passaram a ter problemas na vida espiritual através de uma comida consagrada aos demônios! Quantas pessoas que têm que se submeter a rituais de exorcismo porque de fato ocorreu uma possessão após comer essas comidas!

Você deve lembrar que nós não vivemos mais em um país católico. O Monsenhor Jonas Abib no livro “Sim, sim; não, não” vai falar algo triste, porém, real: “O nosso povo brasileiro é católico. Mas podemos dizer sem medo que a sua mentalidade é fortemente marcada pelo espiritismo, tanto o espiritismo kardecista, chamado de mesa branca, como o espiritismo de terreiro, da umbanda, do candomblé e de outras ramificações de tradição afro.” - Triste realidade! E se o povo é sincretista, o demônio tem mais brecha para entrar. Conheço uma pessoa que, após em falar algum alerta sobre essas coisas de macumbas e afins, diz que isso não pega, só pega em quem não tem fé. Só queria entender então o que ele faz frequentemente indo nas Missas de Cura e Libertação... Se essas coisas são irreais, porque existem exorcistas? E se vivemos em um mundo pagão, mais ainda devemos evitar a distribuição destes doces para não confundir, e alertar as pessoas para não deixarem seus filhos comerem tais doces, porque existe um detalhe que as pessoas deixam passar despercebido: hoje os pais são negligentes na questão do batismo dos filhos. E se um cristão batizado que acaba por abandonar a fé acaba sofrendo males, imagine uma criança pagã (pagã porque não é batizada ainda) comendo essas coisas consagradas ao demônio! Por isso muito cuidado ao sair por aí dizendo que basta comer com fé em Deus que nenhum mal lhe atingirá. Cuidado! Porque muitas crianças não tem fé. Muitas criaças não receberam o mínimo da fé de seus pais. Muitas crianças não tem o batismo. E, tenho que dizer com dor, mas o Pe Gabriele Amorth relata possessões em crianças, mesmo bebês. E qual o remédio que ele nos dá? Batismo! Ora, ele mesmo fala que o Batismo é um poderoso exorcismo. Deixamos de fato a escravidão de satanás e passamos a ser filhos de Deus. Ora, imagine a situação das crianças que comem essas coisas consagradas ao demônio...

Padre Gabrielh também fala em seus livros que muitos crimes cometido por crianças, como por exemplo esses que escandalizam (assassinos em série, por exemplo), ele disse que chama na TV psicólogos, psiquiátras, mas não chamam um exorcista. E um exorcista – segundo ele – resolveria o caso rapidamente: é uma possessão. Hoje as crianças desde cedo assistem e jogam coisas satânicas, ouvem músicas satânicas, e comem comidas consagradas ao demônio. Eu vi em uma casa de detenção para menores, vários jovens que nem sequer tinha batismo. E fico agora a imaginar, quantos que tiveram contato com o mal. Será que se eles tivessem sido batizados e, junto com os outros batizados, perseverassem na vida cristã na oração e na frequência dos sacramentos, estariam nessa situação?

No mais, meus irmãos e irmãs, convido-vos a renunciar todas essas práticas. Caso você tenha distribuído ou comido tais comidas consagradas ao demônio, reze pedindo a intercessão da Virgem Maria, para que pelo Sangue de Jesus, te liberte de todo mal.


Se quiser, faça esta oração:
Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, eu quero te pedir neste momento a graça da libertação. Meu Senhor e meu Deus, tu sabes que muitas vezes caminhei por estradas em que não levavam a Ti. Tu sabes que muitas vezes busquei o mal. Tu sabes que nem sempre te adorei como meu único Deus e Senhor. Mas, meu amado Jesus, arrependido me encontro, e quero nesta hora, clamar o derramamento do teu precioso Sangue na minha vida.
Jesus Misericordioso, eu renuncio a todas as práticas pagãs da qual fiz parte algum dia. Eu renúncio as comidas consagradas aos demônios, tanto as que comi, como as que porventura tenha dado a outras pessoas para comerem. Jesus Misericordioso, eu renuncio de todo coração essas práticas demoníacas. Eu renuncio a satanás e suas pompas. Eu renúncio a todo espiritismo, macumbaria, bruxaria, eu renuncio os doces dos exús que usam o nome de “Cosme e Damião”, eu renuncio toda praga, toda maldição, toda ação do demônio na minha vida.
Senhor Jesus Misericordioso, eu clamo o Teu Sangue neste momento. Jesus, pelo Teu sangue derramado no madeiro da Cruz eu clamo que me libertes. Sim, Jesus, se for da Tua vontade, me libertes de todo mal. Me liberte, senhor Jesus, de toda ação do demônio. Cristo Jesus, o teu sacrifício no calvário foi para nos libertar da possessão de satanás, por isso, amado Jesus, me liberte de toda ação diabólica. Sim, Jesus, asperge teu sangue em todas as áreas da minha vida, e faça-me viver uma vida santa e pura. Amado Jesus, lava-me no Teu Sangue. Jesus Amado, atingime-me com o Sangue e a Água que jorraram do Teu Coração Sacratíssimo. Jesus, eu quero ser livre em Ti.
Envia ó, Senhor, o Teu Santo Espírito. E renova-me. Sim, Jesus, inflama-me no fogo do Teu Amor. E com esta efusão do Espírito Santo, faça-me todo teu. Sim, Jesus, pelo derramamento do Teu Espírito, não quero mais ter comunhão com os demônios, mas seu uma morada Santa para Ti, Ó Trindade Santa.
Virgem Imaculada, Mãe de Deus e nossa Mãe, pelas tuas puras lágrimas de sangue derramadas aos pés da Cruz de teu Filho, liberta-me do mal. Mãe e Rainha, esmague a cabeça de satanás. Nossa Senhora da Vitória, dá-me a vitória contra satanás e seus anjos caídos! Nossa Senhora da Vitória, combate por mim. Minha Mãe, esmague satanás com teu calcanhar Imaculado. E, te peço, Mamãe, a graça de ser conservado na graça de Deus. Dá-me, Mãe Santíssima, contrição e dor dos meus pecados, para que eu possa confessar meus pecados para um padre, e receber o perdão de Deus; e após, nunca mais voltar a pecar, com tua ajuda; mas, se eu cair, que a Senhor me levante novamente. Mãe Santíssima, nossa Co-Redentora e Mãe, pelas tuas lágrimas de sangue, sejam destruídas as forças do inferno.

Meu irmão, minha irmã. Após esta oração, com as tuas palavras vá louvando e bendizendo a Deus. E, reze o Santo Terço pedindo a graça da concretização da libertação. E lembre-se: é necessário confessar os pecados para um padre, para lá, que é o próprio Jesus que haje, possas ser perdoado, curado e liberto.





Assista as seguintes pregações:




















quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Nossa Senhora Rosa Mística

Em uma pequena cidade da Itália chamada Montichiari e no vilarejo chamado Fontanelle da mesma cidade, no ano de 1946, Nossa Senhora apareceu para uma enfermeira chamada Pierina Gilli, nascida no dia 03 de agosto de 1911 (e faleceu no dia 12 de janeiro de 1991).



Em 1944, Santa Maria Crucifixa Di Rosa, fundadora das Servas da Caridade, passou a aparecer para Pierina.
A primeira etapa das aparições de Nossa Senhora, foi na cidade de Montichiari no dia 23 para o dia 24 de novembro de 1946 e terminaram em 08 de dezembro de 1947.

Pierina permaneceu dezenove anos junto às irmãs do Lírio, de Bréscia, acolhida por caridade. Neste período sofreu a paixão de Nosso Senhor.

A segunda etapa das aparições, ainda foi em Bréscia, junto as Irmãs do Lírio, em 05 de abril de 1960.
A terceira etapa das aparições foi no vilarejo de Fontanelle no dia 14 de abril de 1966 e terminaram praticamente com a sua morte em janeiro de 1991.
Na primeira aparição, Nossa Senhora trazia cravada no peito enormes espadas. Juntamente com a Virgem Santíssima, apareceu Santa Maria Crucifixa que explicou para Pierina o significado das três espadas:
- a 1a simboliza a ruína da vocação sacerdotal e religiosa;
- a 2a simboliza a vida pecaminosa que muitos sacerdotes levam;
- a 3a simboliza a traição de Judas e o ódio contra a Igreja e dos sacerdotes que se tornam indignos de exercer seu ministério.
Enquanto Santa Maria Crucifixa falava, a linda Senhora aproximou – se de mim, diz Pierina, então pude enxergar duas espessas lágrimas que corriam de seus olhos e percebi a sua doce voz que dizia:
Oração, sacrifício e penitência”.
Na aparição seguinte dia 13 de julho de 1947, Nossa Senhora aparece com três lindíssimas rosas no lugar das espadas, de cor branca, vermelha e amarela dourada, que significam :

- Rosa branca indica o espírito de oração;
- Rosa vermelha indica o espírito de sacrifício e de abnegação;
- Rosa amarela dourada indica o espírito de penitência.


Em seguida, tomando a palavra com um tom de voz de autoridade, que nos transmita uma ordem recebida de Deus, disse:
Nosso Senhor envia – me para levar uma nova devoção Mariana em todos os institutos e congregações religiosas, masculinas e femininas, também os sacerdotes seculares. Prometo a todos os institutos ou congregações que me honrarem que serão por mim protegidos, terão uma maior florescência de devoções e menos vocações traídas, menos pessoas que ofendem ao Senhor como pecado mortal e grande santidade entre os ministros de Deus”.

Oração à Nossa Senhora da Rosa Mística

Rosa Mística, Virgem Imaculada, Mãe da Graça, para honra de Vosso Divino Filho, nos ajoelhamos diante de Vós, implorando a misericórdia de Deus. Não por nossos méritos, mas, pelo amor de Vosso Coração Maternal, nós vos suplicamos que nos concedais proteção e graça, com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave, Maria...

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, corpo místico de Jesus Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de teus filhos.
Ave, Maria...

Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer, à volta dos altares Eucarísticos, muitas vocações sacerdotais, religiosos e religiosas, que difundam, com a santidade de sua vida e com zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós, também, a abundância de Vossas graças celestiais!
Ave, Maria...
Salve, Rainha...
Maria, Rosa Mística, Mãe da Igreja, rogai por nós!


Terço das Lágrimas de Sangue de Maria Rosa Mística
(terço composto de 7 conjuntos de 7 contas)

Jesus Crucificado! Ajoelhados aos Vossos Pés, nós Vos oferecemos as lágrimas de sangue dAquela que Vos acompanhou no Vosso caminho sofredor da cruz, com intenso amor participante.
Fazei, ó bom mestre, que apreciemos as lições que nos dão as lágrimas de sangue da Vossa Mãe Santíssima, a fim de que cumpramos a Vossa Santíssima Vontade aqui na terra, de tal modo que sejamos dignos de louvar-Vos no Céu por toda a eternidade.
Amém!

- em vez do Pai-Nosso, reza-se: Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

- em vez da Ave-Maria, reza-se:
Ó Jesus, atendei as nossas súplicas em virtude das lágrimas de sangue da Vossa Mãe Santíssima.

- no fim repete-se três vezes:

Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

Oração final

Ó Maria, Mãe de Amor, das dores e de misericórdia, nós Vos suplicamos: uni as Vossas súplicas às nossas a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a Quem nos dirigimos em nome das Vossas lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e Se digne conceder-nos com as graças pelas quais Vos suplicamos, a coroa da vida eterna. Amém!

Que as Vossas lágrimas de sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.
Pela Vossa mansidão divina, ó Jesus Crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora.

A Maria Rosa Mística
Virgem Imaculada, Mãe da Graça, Rosa Mística, em honra do Vosso Divino Filho nos ajoelhamos diante de Vós a implorar a misericórdia divina: não por nossos méritos, mas pela vontade do Vosso Coração Maternal, nós Vos suplicamos que nos concedais proteção e graça com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave-Maria…

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, Corpo Místico de Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de Vossos filhos.
Ave-Maria…

Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer à volta da Mesa da Eucaristia muitas vocações sacerdotais e religiosas que difundam, com a santidade de sua vida e com o zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós também a abundância de Vossas graças celestiais.
Ave-Maria…
Trezena de Nossa Senhora Rosa Mística

Nossa Senhora em Montichiari pediu que o dia 13 de cada mês seja consagrado a uma especial devoção a Ela, preparando-nos com a oração dos 12 dias anteriores; e que o dia 13 de julho de cada ano festejado em honra de "Maria Rosa Mística"

REZA DO TERÇO
("O terço é uma das devoções mais queridas de Nossa Senhora")
ORAÇÃO PREPARATÓRIA
Invocação ao Espírito Santo.

ORAÇÕES A MARIA ROSA MÍSTICA
Virgem Imaculada, Mãe da Graça, Rosa Mística, em honra do Vosso Divino Filho nos ajoelhamos diante de Vós a implorar a misericórdia divina: não por nossos méritos, mas pela vontade do Vosso Coração Maternal, nós Vos suplicamos que nos concedais proteção e graça com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave-Maria...

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, Corpo Místico de Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de Vossos filhos.
Ave-Maria...
Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer à volta da Mesa da Eucaristia muitas vocações sacerdotais e religiosas que difundam, com a santidade de sua vida e com o zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós também a abundância de Vossas graças celestiais.
Ave-Maria...
MARIA, RAINHA DOS SANTOS ANJOS
Ó augusta Rainha do Céu e Soberana dos Anjos, a Vós, que do Senhor recebestes o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, pedimos, humildemente, nos envieis as legiões celestiais, para que, às Vossas ordens, persigam os demônios, combatam-nos por toda parte, reprimam a sua audácia e os lancem no abismo. Amém.

ORAÇÃO FINAL

Ó Maria, Mãe de Amor, das dores e de misericórdia, nós Vos suplicamos: uni as Vossas súplicas às nossas a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a Quem nos dirigimos em nome das Vossas lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e Se digne conceder-nos com as graças pelas quais Vos suplicamos, a coroa da vida eterna. Amém!
Que as Vossas lágrimas de sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.
Pela Vossa mansidão divina, ó Jesus Crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora.
SÃO MIGUEL ARCANJO, defendei-nos neste combate; sede nosso auxílio contra as maldades e ciladas do demônio; instante e humildemente vos pedimos que Deus sobre ele impere e Vós, Príncipe da Milícia celestial, com esse poder divino precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que vagueiam pelo mundo para a perdição das almas. Amém!

RECITAÇÃO DO TERÇO
OFERECIMENTO
Divino Jesus, nós Vos oferecemos este terço que vamos rezar, meditando os mistérios da nossa Redenção. Concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências desta Santa devoção
Oferecemos, particularmente, em desagravo dos pecados cometidos contra o Santíssimo Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, pela paz do mundo, pelas intenções do Santo Padre, pelo aumento e santificação do clero, pela santificação das famílias, por todas as nossas intenções particulares e pelo Brasil.
(silêncio...)
Credo...
HOMENAGEM À SANTÍSSIMA TRINDADE
Pai-Nosso...
Ave-Maria... (em honra a Deus Pai, que nos criou)
Ave-Maria... (em honra a Deus Filho, que nos remiu)
Ave-Maria... (em honra a Deus Espírito Santo, que nos santifica)
Glória...
A cada mistério, reza-se um Pai Nosso, dez Ave-Marias e o Glória, terminando com as Jaculatórias:
Ó meu Jesus...
Maria Rosa Mística, Mãe da Igreja, rogai por nós.

MISTÉRIOS DO SANTO ROSÁRIO
MISTÉRIOS GOZOSOS (segundas e sábados, e domingos do Advento)
- No primeiro mistério, contemplamos a Anunciação do Anjo a Maria.
- No segundo mistério, contemplamos a visita de Maria a sua prima Isabel.
- No terceiro mistério, contemplamos o nascimento de Jesus.
- No quarto mistério, contemplamos a Apresentação do Menino Jesus e Purificação de Nossa Senhora.
- No quinto mistério, contemplamos a perda e encontro do Menino Jesus no Templo.
MISTÉRIOS LUMINOSOS (quintas-feiras)
- No primeiro mistério, contemplamos Batismo de Jesus no Jordão.
- No segundo mistério, contemplamos a auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná.
- No terceiro mistério, contemplamos O anúncio do Reino de Deus por Jesus, com o convite à conversão.
- No quarto mistério, contemplamos a transfiguração de Jesus.
- No quinto mistério, contemplamos a instituição da Eucaristia.
MISTÉRIOS DOLOROSOS (terças e sextas-feiras, e domingos da Quaresma)
- No primeiro mistério, contemplamos a oração de Jesus no Horto.
- No segundo mistério, contemplamos a flagelação de Jesus.
- No terceiro mistério, contemplamos a coroação de espinhos de Jesus.
- No quarto mistério, contemplamos Jesus carregando a Cruz ao Calvário.
- No quinto mistério, contemplamos a crucificação e morte de Jesus.
MISTÉRIOS GLORIOSOS (quartas-feiras e domingos do tempo Pascal e Comum)
- No primeiro mistério, contemplamos a Ressurreição de Jesus.
- No segundo mistério, contemplamos a Ascensão de Jesus.
- No terceiro mistério, contemplamos a vinda do Espírito Santo.
- No quarto mistério, contemplamos a Assunção de Nossa Senhora ao Céu.
- No quinto mistério, contemplamos a Coroação de Nossa Senhora.
AGRADECIMENTO
Infinitas graças Vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de Vossas Mãos liberais. Dignai-Vos, agora e para sempre, tomar-nos debaixo de Vosso poderoso amparo, e para mais Vos obrigar Vos saudamos com uma Salve Rainha.
Salve Rainha...
FINAL (DESPEDIDA)
CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA
Ó Senhora minha, ó minha Mãe, eu me ofereço todo a Vós, e em prova de minha devoção para Convosco, Vos consagro, neste dia e para sempre, os meus olhos, os meus ouvidos, a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque sou todo vosso, ó boa e incomparável Mãe, guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade Vossa. Amém!
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA ROSA MÍSTICA
Mãe Celeste, Rainha dos Céus, Soberana do gênero humano, Vós que recebestes de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, dóceis ao Vosso apelo nós acorremos a Vossos Pés.
Mãe de Misericórdia, dignai-Vos acolher os louvores e as preces que fazem subir para Vós, cheios de confiança, Vossos filhos peregrinos; eles vieram confiar-Vos todas as suas penas, todas as suas misérias.
Ó maravilhoso reflexo da beleza do Céu, pela luz da fé, expulsai dos nossos espíritos as trevas do erro.
Rosa Mística, pelo perfume celeste da esperança, reanimai a coragem das almas abatidas.
Nascente inesgotável de água, salutar pelas correntes da Divina caridade, dai vida aos corações definhados.
Nós somos os Vossos filhos; Vós nos reconfortais nas nossas penas; Vós nos protegeis no perigo; Vós nos animais na luta; fazei que amemos e sirvamos o Vosso Filho Jesus; dai-nos um amor ardente pelo Vosso Rosário; fazei que difundamos por toda parte a devoção mariana, que nós nos esforçamos por viver em estado de graça, para merecer a felicidade eterna perto de Vós.
Amém! Assim seja.
CRUZ DE GRAÇA

CONSAGRAÇÃO AO PRECIOSÍSSIMO SANGUE DE JESUS CRISTO
(Repetir diariamente)

Na consciência do meu nada e da Vossa grandeza, Misericordioso Salvador, me prostro aos Vossos Pés e Vos rendo graças pelos inúmeros favores que me haveis concedido, a mim, ingrata criatura, em especial o terdes me livrado, por intermédio de Vosso Preciosissimo Sangue, da maléfica tirania de Satanás.

Em presença de Maria, minha boa Mãe, do meu Anjo da Guarda, dos meus Santos patronos, de toda a corte celeste, me consagro, ó bondosissimo Jesus, com sincero coração e por livre decisão, ao Vosso Preciosissimo Sangue, com o qual Vós livrastes o mundo inteiro do pecado, da morte e do inferno.
Prometo-Vos, com o auxílio da Vossa graça e segundo as minhas forças, despertar e fomentar a devoção ao Vosso preciosissimo Sangue adorável, a fim de que seja por todos honrado e venerado. Quisera eu, por este modo, reparar as minhas infidelidades para com o preciosíssimo Sangue e oferecer-Vos igualmente reparação por tantos sacrilégios pelos homens cometidos contra o preciosíssimo preço da sua Redenção.

Oxalá eu pudesse fazer desaparecer os meus pecados, as minhas friezas e todos os desrespeitos com que Vos ofendi, ó preciosíssimo Sangue! Vede, ó amantíssimo Jesus, que Vos ofereço todo o amor, a estima e adoração que a Vossa Mãe Santíssima, os Vossos Apóstolos fiéis e todos os santos renderam ao Vosso Preciosíssimo Sangue e Vos rogo queirais esquecer-Vos das minhas infidelidades e friezas passadas, e perdoais a quantos Vos ofendem. Aspergi-me, ó Divino Salvador, e bem assim a todos os homens, com o Vosso preciosíssimo Sangue, a fim de que nós, ó Amor Crucificado, desde agora e de todo o coração Vos amemos e dignamente honremos o preço da nossa Salvação. Amém.

Pregação: Jovens, sejam inteiramente do Senhor Jesus Cristo!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Matrimônio mundano x Matrimônio Espiritual - Revelações de Jesus à Santa Brígida


"[...]Eu vim na carne como verdadeiro Deus e homem, e cumpri a Lei e todas as escrituras, tal como antes havia sido profetizado sobre mim, e Eu iniciei a Nova Lei, porque a Antiga Lei era estreita e difícil de cumprir e não foi mais que uma figura das coisas futuras que viriam. Na antiga Lei havia sido permitido a um homem ter várias mulheres, de forma que o povo não fosse deixado sem descendência ou tivessem que se casar com os gentios. Mas na minha Nova Lei, é permitido a um homem ter uma mulher, e é proibido a ele, durante seu tempo de vida ter várias mulheres. Aqueles que se unem com amor e temor divinos, para o bem da procriação e para criar filhos para a honra de Deus, são meu templo espiritual onde eu desejo morar como o terceiro com eles.

Mas as pessoas nestes tempos se unem em matrimônio por sete razões. Primeiro, pela beleza facial; segundo, pela riqueza; terceiro, pelo prazer grosseiro e gozo indecente que conseguem no desejo sexual impuro; quarto, pelas festas com amigos e glutonaria descontrolada; quinto, por causa da vaidade no vestir, e comer, na brincadeira, entretenimento e jogos e em outras futilidades; sexto, pelo bem procriar filhos mas não criá-los para a honra de Deus ou boas obras, mas para bens materiais e honra; sétimo, se unem pela luxúria e eles são como bestas grosseiras em seus desejos luxuriosos.

Eles vêm às portas da minha Igreja em comum acordo e, consentimento, mas seus desejos e pensamentos são completamente contra mim. Eles preferem sua própria vontade, que visa agradar o mundo, ao invés da minha vontade. Se todos os seus pensamentos e vontades fossem dirigidos a mim, e eles colocassem sua vontade em minhas mãos e se casassem em meu temor, então eu lhes daria o meu consentimento e seria como o terceiro com eles. Mas, agora meu consentimento, que seria a coisa mais preciosa para eles, não lhes foi dado, porque têm mais luxúria em seu coração do que amor por mim. Desde então, eles sobem ao meu altar onde ouvem que devem ser um só coração e alma, mas meu coração se aparta deles porque não possuem o calor de meu coração e não conhecem o sabor de meu corpo.

Eles buscam o calor e prazer sexual que perecem e amam a carne que será comida pelos vermes. Assim, estas pessoas se unem em matrimônio sem o laço e união de Deus Pai, sem o amor do Filho e sem o consolo do Espírito Santo. Quando o casal vai para a cama, meu Espírito o abandona imediatamente e o espírito de impureza se aproxima em seu lugar porque eles se unem somente pelo prazer e não conversam entre si. Mas, minha misericórdia ainda estará com eles desde que se convertam a mim.

Devido ao meu grande amor, Eu coloco uma alma vivente criada por meu poder na semente deles. Às vezes, permito que os maus pais tenham bons filhos, mas é mais frequente que nasçam maus filhos de maus pais, pois estes filhos imitam as más ações e injustiças de seus pais tanto quanto podem e os imitariam ainda mais se minha paciência permitisse. Um casal assim, nunca verá meu rosto, a menos que se arrependa, porque não há pecado tão pesado ou grave que não possa ser limpo pela penitência e o arrependimento.

Por essa razão, desejo voltar ao matrimônio espiritual, o tipo que é apropriado para Deus ter com uma alma casta e corpo puro. Existem sete coisas boas nele em oposição aos males mencionados acima. Primeiro, não há desejo pela beleza da forma ou beleza corporal ou olhares voluptuosos mas somente olhares e amor de Deus. Segundo, não há desejo de possuir nada mais do que é necessário para sobreviver, e somente as necessidades com nada em excesso. Terceiro, eles evitam as conversas vãs e frívolas.

Quarto, eles não se preocupam com ver amigos ou parentes, porque Eu sou o seu amor e desejo. Quinto, eles desejam manter a humildade interiormente em suas consciências e exteriormente no modo como se vestem. Sexto, eles nunca têm nenhuma vontade de conduzir-se pela luxúria. Sétimo, eles geram filhos e filhas para seu Deus, por meio de seu bom comportamento e bom exemplo e mediante o uso de palavras espirituais.

Eles preservam sua fé incorrupta quando permanecem fora das portas de minha igreja onde me dão seu consentimento e Eu lhes dou o meu. Eles sobem ao meu altar onde desfrutam do gozo espiritual de meu corpo e sangue, em cujo deleite eles desejam ser um só coração, um só corpo e uma só vontade comigo, e Eu, verdadeiro Deus e homem, todo poderoso no Céu e na terra, serei como o terceiro com eles e preencherei seus corações. Os esposos mundanos começam seu matrimônio em desejos luxuriosos como bestas brutas, e mesmo pior que bestas brutas! Mas esses esposos espirituais começam em amor e temor de Deus e não se preocupam em agradar ninguém a não ser a mim. No casamento mundano o espírito do mal enche e incita ao deleite carnal onde não há nada mais que podridão, mas esses de casamento espiritual são cheios do
Santa Brígida da Suécia
meu Espírito e inflamados com o fogo do meu amor que nunca lhes faltará.

Eu sou um Deus em três pessoas, e um em divindade com o Pai e o Santo Espírito. Assim como é impossível para o Pai estar separado do Filho e o Espírito Santo estar separado de ambos, e assim como é impossível o calor estar separado do fogo, também é impossível para esses esposos espirituais estarem separados de mim; Eu sou sempre como o terceiro com eles. Meu corpo foi ferido uma vez e morreu em tormentos, mas ele nunca mais será ferido nem morrerá. Da mesma forma, aqueles que são incorporadas em mim com uma verdadeira fé e vontade perfeita, nunca morrerão longe de mim; pois onde quer que fiquem, ou sentem ou caminhem, estarei sempre com eles como seu terceiro."

(Grifo meu)


terça-feira, 23 de setembro de 2014

São Padre Pio de Pietrelcina, rogai por nós!

Francesco Forgione nasceu em Pietrelcina, numa cidadezinha chamada Província de Benevento no dia 25 de maio de 1887. Era de uma família de camponeses e seus pais se chamavam Grazio Forgione e Maria Giuseppa Di Nunzio. A sua vocação foi percebida e experimentada por ele mesmo logo na sua infância tão sofrida, cheia de necessidades e em grande santidade, como foi a sua vida inteira. Entrou para o convento em 6 de janeiro de 1903 na ordem dos Capuchinhos¹ e ordenado sacerdote na Catedral de Benevento no dia 10 de agosto de 1910 e por motivo de doença, passou por alguns conventos até chegar ao Convento de San Giovanni Rotondo em 4 de setembro de 1916, onde permaneceu até a sua morte, no dia 23 de setembro de 1968.

Sua vida foi de intensa entrega a Deus e trabalho constante, atendia até quatorze horas seguidas de confissão, orava sem cessar, celebrava a Santa Missa com muito fervor e ainda era perseguido tanto pelos homens quanto pelo próprio demônio, que lhe aparecia para perturbá-lo, mas que nunca conseguiu vencê-lo, pois a missão que Deus tinha para este servo amado foi realizada até o extremo, prevalecendo assim a vontade de Deus.

Falar deste homem santo não é fácil, pois a sua santidade é um mistério de Deus e seu testemunho de vida arrastou e arrasta multidões de fiéis no mundo inteiro. A sua simplicidade e devoção fazem com que compreendamos que é possível alcanças a santidade, mesmo neste mundo tão chio de pecados e “atrações”.

Padre Pio carregava em seu corpo as chagas de Cristo Crucificado, sofria demasiadamente as dores do calvário, tinha que conviver com os estigmas que Deus lhe deu. Dentre muitos de seus carismas, Padre Pio tinha um muito especial que é a bilocação, que resulta na presença simultânea de uma pessoa em dois lugares diferentes.

Podemos perceber o poder de Deus neste santo homem em uma de suas tantas bilocações com o Bispo Dom Orione, que falou sobre o fenômeno que acontecia com Padre Pio: “Eu estava na Igreja de São Pedro em Roma, para assistir à celebração da beatificação de Santa Teresa. Também estava Padre Pio (apesar dele estar ao mesmo tempo em seu convento), eu o vi, ele estava sorrindo e estava vindo para mim pela multidão, mas quando eu estava perto, ele desapareceu”. Confirmando assim o dom especial que ele tinha. Esse é só um dos vários relatos que muitos contaram. Os milagres realizados por Padre Pio foram imensos de vários tipos como cura de doenças, sofrimentos, angústias, depressões, possessões e outros males, dentre os quais nos chama a atenção o de uma criança que tinha sofrido queimaduras graves, que atingiram até mesmo o seu stômago e o médico disse que não haveria o que fazer por ela. A mãe da menina começou a pedir que Padre Pio curasse a sua filha e sua prece foi atendida imediatamente, pois a criança, que estava no quarto, gritou para mãe, mostrando que não havia mais feridas em seu corpo. Quando a mãe da criança pergntou o que tinha acontecido, ela disse que o Padre Pio viera a curá-la.

Podemos nos questionar como pode uma graça tão grande em nosso meio, realizado pelo poder de Deus em seu filho tão amado, que era determinado a fazer aquilo que Deus queria que ele fizesse sem duvidar.

Mais fatos interessantes aconteciam quando Padre Pio orava, invocando o seu anjo da guarda e conversando com os anjos de guarda de outras pessoas. Ele dizia que nunca estamos sós, pois o nosso anjo sempre está ao nosso lado e podemos conversar com ele e com os outros anjos de guarda dos nossos irmãos. Ele dizia também que, se alguém quisesse falar com ele, era só enviar o seu anjo da guarda que ele escutaria, Um fato interessante que aconteceu foi o de um homem que morava na Califórnia e frequentemente pedia a seu anjo da guarda que, por piedade, levasse um importante recado ao Padre Pio.

Algum tempo depois esse homem foi confessar com Padre Pio, perguntando se o anjo da guarda havia lhe dado o recado. Padre Pio respondeu: Tu crês que sou “surdo”? E Padre Pio repetiu o que ele, poucos dias antes, havia dito ao seu anjo da guarda. Um outro fato foi o de um homem que falou para Padre Pio que não poderia vir vê-lo frequentemente, pois o seu salario não lhe permitia tais viagens longas e caras. Padre Pio responde: “Quem lhe disse que você precisa vir aqui? Você tem seu anjo da guarda, não tem? Você conte o que você quer, envia-o aqui, e você terá a resposta”.

Um outro carisma forte que Padre Pio tinha era um perfume que saía de seu corpo, dos objetos que ele tocava e de suas vestes. Por onde ele passava dava pra sentir tal aroma. A este carisma que alguns santos possuem, dá-se o nome de osmogenesia, e nós, o povo de Deus, podemos sentir e ver, compreendendo assim a santidade desses servos de Deus para que sirva de testemunho para a restauração do Seu povo.

O que este homem tinha de especial para atrair tantos dons e tantas pessoas? Podemos até nos questionar. Quando Maria disse: “Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes lembrado de sua misericórdia”. É aí que está a resposta para tantos “pequenos” que se tornaram gigantes, assim como Davi, que com uma simples pedra derrotou o gigante Golias. Esses carismas que Padre Pio carregava não eram para benefício próprio, mas parao bem daqueles que Deus deseja resgatar, com um testemunho de vida e santidade.

Padre Pio fundou vários grupos de oração e a Casa Alívio do Sofrimento, um hospital moderno e bem estruturado, dando auxílio e cura aos doentes, pois sua vontade e disposição em ajudar os mais necessitados era grande, revelando para nós a sua paixão por Jesus Cristo crucificado e participando com Ele deste mistério de amor, celebrado na Santa Missa, onde se realiza todo calvário que Jesus passou e onde estão também todos os excluídos, os enfermos, os encarcerados e os aflitos.

Na canonização do Padre Pio em 16 de junho de 2002, o nosso amado Papa João Paulo II falou de sua admiração e alegria para com este santo de Deus dizendo: “São Pio de Pietrelcina apresenta-se assim diante de todos sacerdotes, religiosos e leigos como uma testemunho credível de Cristo e do Seu Evangelho. O seu exemplo e a sua intercessão estimulam todos a um amor cada vez maior a Deus e à solidariedade concreta para com o próximo, sobretudo para com os mais necessitados.

Meu irmão, após este pequeno e humilde artigo sobre a vida desse grande santo que serviu como seta indicando o caminho que leva a Jesus Cristo Ressuscitado, eu te convido a mergulhar ainda mais neste mistério da salvação, buscando conhecer profundamente o testemunho de vida de São Pio e sua intercessão diante do trono glorioso de Deus.

São Pio, rogai por nós.

Escrito por: Crícia Martins (fonte: Jornal Tempo de Deus, Ano VIII, Dezembro de 2006 – pag. 8).

* Com adaptações
¹ - Ordem dos Frades Menores Capuchinhos - OFM Cap. (Franciscanos)

Ps: Ouça também a Pregação Padre Pio, modelo de sacerdote, do Anderson Luís dos Reis e passe a ter um amor maior por Padre Pio.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Nossa Senhora da Primavera, rogai por nós!

Padre Moacir Anastácio nos relata como surgiu a devoção a Nossa Senhora da Primavera.

“Nossa Senhora da Primavera” é um título novo e que ainda não existe na Igreja. Tudo começou no ano de 2010 quando eu estava acordando para celebrar, como de costume, a Missa de Cura na quinta-feira. 
Eu tive uma forte sensação da presença de Nossa Senhora junto com os anjos dentro do meu quarto e acordei mais ou menos assustado com sua voz que me dizia: 
 ‘Do dia 22 para o dia 23 de setembro eu entrarei para abençoar e libertar todas as casas que me receberem.’
Assim como tive outras revelações, entre elas: a Semana de Pentecostes, que reúne milhões de pessoas na cidade de Brasília há dezesseis anos; a revelação sobre as Velas de Pentecostes em que milhares de pessoas já testemunharam as graças alcançadas; a revelação sobre o local em que deveria ser construído o Centro de Evangelização, sede da nossa comunidade, e tantas outras inspirações. Naquele mesmo dia eu falei para as pessoas que estavam na Missa de Cura na Paróquia São Pedro sobre esta nova revelação que o Senhor havia me dado.
O tempo passou e devido à quantidade de trabalhos que nós temos na Comunidade Renascidos em Pentecostes eu acabei me esquecendo dessa revelação, mas as pessoas não esqueceram. E três anos depois, em uma reunião de conselho paroquial, um senhor muito simples me disse:
- “Padre, a minha casa espera com muito entusiasmo pelo dia 22 de setembro!” 
E então eu perguntei aquele senhor, interessado, o que aconteceria naquele dia e ele me respondeu:
-“Nossa Senhora falou a um padre que nessa data ela entraria para libertar as nossas casas.”
Naquele momento eu tive um choque e lembrei que aquele padre era eu, Deus havia me dado aquela revelação. Então, tomando posse da promessa, no dia 22 de setembro do ano de 2013 fizemos a primeira grande Celebração em honra a Nossa Senhora, reunindo quase 10 mil pessoas no Centro de Evangelização. 
Quando iniciei a Missa falei para o povo que ‘Nossa Senhora da Visitação’, naquela noite, entraria em nossas casas para nos libertar a abençoar, foi quando, dentro de mim, começou a gritar uma voz insistente: ‘Não é Nossa Senhora da Visitação, mas Nossa Senhora da Primavera.’ 
E aquilo me tocou bastante, então, perguntei a um paroquiano que estava ao meu lado quando começava a estação da Primavera no Brasil, ele me respondeu que a Primavera chegaria exatamente naquele dia às 17h25 em nosso Continente. Era mais ou menos o horário que eu estava pregando, e, a partir disso, comecei a falar em ‘Nossa Senhora da Primavera’. 
Nessa mesma Celebração o Senhor me disse para abençoar a água para o povo levar para casa. E que, ao chegar em casa, as pessoas deveriam fazer um pequeno altar com uma imagem de Nossa Senhora e rezassem o Terço Mariano em família. Depois, aspergissem a casa com a água benta, então fossem descansar tranquilos e não se preocupassem porque Nossa Senhora da Primavera visitaria suas casas. 
E foi exatamente assim que aconteceu. No mesmo ano de 2013, várias pessoas testemunharam as graças que receberam através da intercessão de Nossa Senhora. 
[...]
E do dia 22 para o dia 23 de setembro, que é, de fato, o dia da promessa, você vai preparar um pequeno altar em sua casa com uma imagem de Nossa Senhora, rezar um Terço e dormir tranquilamente, porque ela visitará a sua casa e a sua família. Se você não puder ir ao Centro de Evangelização para a Missa que eu vou celebrar, peça ao padre da sua paróquia que abençoe a sua água para você aspergir a sua casa. Faça isso e você verá a graça acontecer!

(Padre Moacir Anastácio)