sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Jesus era Comunista?




Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Sempre acontece de aparecer alguns estudantes aspirantes a novos intérpretes reais de Karl Marx afirmando que Jesus era Comunista. Na realidade, quase tudo aquilo que tem como princípio uma espécie de revolução, ao ver que são contrários ao espírito evangélico, começam então a atacar a imagem de Cristo, acusando-o daquela prática. Muitos metaleiros saem gritando por aí que “Jesus foi o primeiro metaleiro”... De onde essas pessoas tiraram essa estupidez eu não sei, mas usam isso para inibir a forte oposição que a religião tem contra o Rock; afinal o Rock tem como forte característica ser um veículo antirregião. Da mesma forma o Comunismo, ao passo que vai se tornando cada vez mais uma doutrina anticlerical sem a menor sombra de chances de unidade com o Evangelho, passam então a atacar a figura de Cristo e da Igreja. Apesar de que tenha muito comunista infiltrado dentro da Igreja, não obstante as claras condenações que o magistério da Igreja fez ao Socialismo/Comunismo. E o que fazer então – devem pensar os comunistas – para vencer essa barreira? Então é daí que surgem as falácias de que o Evangelho é socialista.

No mais responder a essa pergunta (se Jesus era Comunista) é a té desnecessária; até porque basta olhar o Evangelho em sua totalidade e verão que a doutrina de Cristo é totalmente diversa da doutrina comunista. E também não é uma grande corrente, grandes autores comunistas (se é que se pode usar “grande” pra comunistas verdadeiros) que afirmam isso sobre Jesus; os que falam essas asneiras são jovens revoltados com alto nível de desonestidade intelectual, que encontraram na Igreja Católica e na figura de Cristo um alvo eficaz para dizer para o mundo todo ouvir: somos ignorantes! Na realidade, mesmo que digam ter frequentado templos cristãos, na realidade não têm o menor conhecimento religioso; e após conhecer os figurões professores de história, sociologia e filosofia cuja fonte são o MEC (nenhuma outra fonte, só o MEC ou algum outro cego para guiá-los), fizeram a grande descoberta da sua “vocação” revolucionária fundamentada em mentiras infantis que sabe-se lá o porque ensinam e, pior ainda, se acredita tão facilmente.

Somado a tudo isso, sabemos que infelizmente parece que vivemos uma geração que tem preguiça do conhecimento. E, infelizmente, muitos católicos sem maldade alguma, poré com alguma deficiência no conhecimento da doutrina da Igreja sobre o Socialismo/Comunismo (e mesmo nas coisas referidas no Evangelho) acabam por acreditar nessa lorota esquerdista que nossas escolas e universidades estão cheias. Então lá se vai por ignorância mais um jovem lutar por um paraíso na terra, sendo que a única coisa que o Comunismo consegue trazer é o inferno...

Os Comunistas são muito espertos (os cabeças). Distorcem tudo para ganhar terreno. É assim que muitos católicos caem em suas conversinhas. A Igreja Católica prega a caridade, mas aí chega o Comunista infiltrado e transforma a caridade que envolve tanta coisa, e a reduz para um assistencialismo ou filantropia, fazendo com que a Igreja se torne aquilo que o Papa Francisco condenou: uma ONG piedosa. E muitos dentro da Igreja acabam aderindo a Teologia da Libertação – que já foi condenada pela Igreja - que mistura o Evangelho com a doutrina marxista, justamente pelo fato de que acham que tudo etá no Evangelho. Ajudar os pobres é um ato de caridade, mas transformar os pobres em marcha de manobra, usá-los para a luta de classes retirando a paz, para fazer um regime socialista, é um pecado tremendo. Uma grande exemplo do que a Igreja prega sobre a caridade do que fazem os falsos profetas aqui no Brasil, é você comparar a B. Teresa de Calcutá com os hereges da libertação. B. Teresa de Calcutá amava os pobres, vivia com eles, ajudava-os a viver e a morrer com dignidade. Mas ela nã era da Teologia da Libertação. Se ela fosse da Teologia da Libertação ela não teria fundado as Irmãs da Caridade, mas sim fundado um sindicado, ou melhor, um partido político na Índia... E na luta de classes estaria lá, a profetiza do povo de Deus. Não é isso que acontece? Não foi isso o que aconteceu com a candidata a Presidência da República Marina Silva, que afirmou que na sua juventude ia ser freira no RJ, mas que conhecendo o irmão de Leonardo Boff descobriu o “evangelho vivo” (Teologia da Libertação = Comunismo) e então desistiu da vida religiosa, e deu no que deu... Mas, será mesmo que Marina Silva tem razão em afirmar que uma doutrina que mistura Evangelho com Marxismo é o “evangelho” vivo? Agora sim, adentremos a fundo no título deste post.

Vou começar logo com uma passagem que aniquila de vez essa historinha de Jesus ser Comunista. Vai nos narrar as Sagradas Escrituras: “Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: 'És tu o rei dos judeus?'. Jesus respondeu: 'Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim?' Disse Pilatos: 'Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?'. Respondeu Jesus: 'O meu Reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo'” (João 18,33-36). Podemos ver claramente na parte destacada que Jesus afirma que o Seu Reino não é deste mundo. O Comunismo prega um “paraíso” na terra, um governo do povo, onde todos são iguais (e são iguais mesmo, todos vivendo na miséria como em Cuba, por exemplo). A propaganda é bela; e se pra dar crédito a propaganda couber usar a figura de Jesus, ótimo. Só que o que Jesus disse é totalmente contrário a isso. O Reino d'Ele não é nesse mundo. Ele é o Verbo que se fez carne, Ele é Deus (cf. João 1,1), que morreu na Cruz para nos salvar e ressuscitou ao terceiro dia. Jesus subiu aos Céus, porém, irá voltar em glória. Não sabemos nem o dia e nem a hora, mas Ele voltará para julgar as nações e então teremos NOVOS CÉUS E NOVA TERRA. Ora, enquanto Cristo não voltar, não existe paraíso na terra. Se há quem pregue isso é um mentiroso, um famoso picareta falso profeta (como foi Marx e seus seguidores).

Mas continuemos. Jesus disse que se o Reino dEle fosse desse mundo, Seus súditos teriam-O defendido. Mas Ele se entrega totalmente consciente de que o Reino que Ele vem instaurar (que concretizará na sua Parusia) é espiritual, e não político. Cristo é Rei porque é o Senhor de todas as coisas, e não porque é um chefe de Estado. Ele é o próprio Criador das coisas. Jesus sendo Deus vai querer uma glória humana que logo acaba? Deixem de ser desonestos intelectuais ou trouxas mesmo.

A Sagrada Escritura também narra que quiseram colocar Jesus à prova, e então lhe perguntaram se era lícito pagar o imposto a César. O que Jesus responde mesmo? Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus” (Mateus 22,21). Se Jesus fosse comunista, como afirmam os jovens falaciosos, Jesus teria dito “eu sou o Filho de Deus, não posso falar porque o Estado é laico” (se bem que o Império Romano não era bem “laico”, eles cultuavam vários deuses pagãos – mas você entendeu o que quis dizer). E essa resposta de Jesus – que devemos dar a César (ao Estado) o que é de César, e a Deus o que é de Deus – é muito sensata. Sabemos que o Comunismo prega justamente o contrário: dê ao Estado até a última gota de sangue, e a Deus... bom Deus – segundo eles – não existe e o Estado é laico. Então começa-se a perseguição aberta ao cristianismo. Eles usam da religião para chegar ao poder (como o PT usou a Igreja Católica no Brasil – no caso a Teologia da Libertação) e depois pisam em cima da mesma. Já Marx dizia que “a religião é o ópio do povo”. E dizia isso porque na cultura judaico-cristã as pessoas não queriam um paraíso na terra, mas sim a Pátria eterna que é o Céu. Após serem induzidos a lutar contra os patrões, viu-se que as pessoas em suma não caiam muito nessa historinha, porque viviam em sofrimentos, porém, na espiritualidade cristã o sofrimento é algo que nos une a Cristo. Aliás, se queremos a glória do Céu devemos aceitar a cruz nesta vida. E por isso Marx revoltado diz isso sobre a religião, e vê que deve destruir a religião – em especial a Católica – para conseguir colocar seus planos em prática. O plano não daria em nada, mas parece que o diabo levantou alguns admiradores de Marx, e estamos vendo no que está dando.

Em um Estado Comunista ser cristão é crime. Por mais que neguem. Foi assim (e é) em todos os lugares que os malucos seguidores de Marx chegaram ao poder. Eles distorcem o entendimento de “Estado Laico” e transformam aquela sociedade em um país anticlerical. Foi assim na Espanha, por exemplo, durante a revolução espanhola (guerra civil) em que o Governo Comunista “botou pra moer” com os cristãos católicos. A ordem era matar todos os que se apresentassem de batina. Nos documentos que registram os assassinatos encontramos absurdos de pessoas mortas por usar medalhas religiosas ou, pasmem, uma mãe que foi morta por cometer o “crime” de ser mãe de dois Jesuítas. Por isso, meus queridos irmãos, devemos dar ao Estado o que compete a ele, mas não devemos deixar de dar a Deus o que é d'Ele. Que nós possamos dar a vida como deram as milhares de testemunhas na Espanha durante a revolução comunista, mas não neguemos a Deus e a nossa religião Católica. E para verem que Jesus não era Comunista, Seus seguidores viviam aquilo que o Apóstolo Pedro, primeiro Papa da Igreja Católica, vai dizer inspirado pelo Espírito Santo “Importa obedecer antes a Deus do que aos homens” (Atos 5,29).

Esses jovens e velhos comunas acabam distorcendo várias passagens bíblicas para “endeuzar” a pobreza, usando esta como marcha de manobra para a revolução social.

Não sei se todos perceberam, mas Jesus Cristo era pobre. Jesus mesmo disse “as raposas têm suas tocas e as aves do céu, seus ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça” (Mateus 8,20). Viram? Jesus não tinha onde repousar a cabeça, mas nem por isso ele fundou um MST. Claro, sabemos que a luta justa para conseguir terra para trabalhar e/ou moradia é uma coisa; mas quem disse que o MST faz isso? Esse movimento Comunista invade a propriedade privada, faz vários inocentes de refém e até chegam a matar as pessoas. Um mal sendo pago com outro? Oi? Por isso acertadamente dizia Paulo VI "Exortamo-vos a não pôr a vossa confiança na violência, nem na revolução; tal atitude é contrária ao espírito cristão e pode também retardar, ao invés de favorecer a elevação social pela qual legitimamente aspirais" (Discurso aos Agricultores da Colômbia em 23 de agosto de 1968); e também "A Igreja não pode aceitar a violência, sobretudo a força das armas - de que se perde o domínio, uma vez desencadeada - e a morte de pessoas sem discriminação, como caminho para a libertação" (Evangelii Nuntiandi, 37).

Os seguidores de Jesus também são chamados a se despojar de todo apego a riqueza. A Igreja nunca disse que ser rico é pecado, mas ser apegado a ela sim, é pecado. E isso nós na passagem de Jesus e o jovem rico. Aquele jovem disse que seguia todos os mandamentos, e pergunta ao Senhor o que devia fazer para ser perfeito. Jesus então manda-o vender todos os seus bens e segui-Lo. O que aconteceu mesmo? O jovem ficou muito triste porque tinha muitos bens (cf. Mateus 19,16-29). Jesus em momento algum disse “dê seus bens para o Estado para repartir em igualdade”. Não! Jesus mandou que ele desse os bens aos pobres, e, com essa atitude, se tornasse pobre também (o contrário da esquerda caviar que prega igualdade, mas deixa todos na penúria, enquanto são donos de mansão e contas bem gordas).

Também é ensinamento de Jesus que devemos buscar “o Reino dos Céus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” (Lucas 12,31). Ou seja, para vencer na vida não dependemos de fazer revoluções, a revolta da classe trabalhadora contra os patrões, montar a ditadura do proletariado, etc. O que Jesus ensina é bem diferente. O que Jesus ensina é: buscai o Reino de Deus e sua justiça, e todo o resto, o necessário pra essa vida, vos será acrescentada. É por isso que Marx e demais comunas veem na Igreja um empecilho para colocar seus planos em prática. Afinal, sempre que alguém fomentasse alguma revolta pró-comunista, as pessoas estariam a dizer “estou buscando o Reino de Deus. O Céu, sim, o Céu, lá é onde seremos verdadeiramente felizes; aqui buscamos viver a virtude”.

Apesar da pobreza ser um mal social, devemos combatê-la à luz da Doutrina Social da Igreja. Sabendo que em tudo tem um desígnio de Deus. De um mal Deus pode tirar um bem. Já vi ricos que são pobres da graça de Deus, orgulhosos, etc. E já vi pobres, moradores de rua até, humildes, que tem zelo e uma fé maior que a minha e a tua que le este artigo. Mas também já vi ricos de dinheiro que são pobres no apego, ou seja, são desapegados dos bens, que vivem a virtude, e buscam fazer a vontade de Deus; e também já vi pobres orgulhosos, mais apegados as coisas da terra do que as minhocas. Por isso Deus Pai revela à Sana Catarina de Senna que quando Cristo disse que é mais difícil um camelo passar pelo fundo de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus (cf. Mateus 19,23), tratava-se também de pessoas que são pobres de bens materiais, mas que, se pudessem, conquistariam o mundo inteiro. E existem várias pessoas que são pobres, mas no coração querem fama, dinheiro, poder, etc. Isso é uma desordem.

E lembremos também que a própria pregação Socialista/Comunista que prega um paraíso terrestre é incompatível com a Palavra de Deus. Já desde o antigo testamento vemos o Senhor falar bem diferente; e Jesus confirma tudo com sua vida. Eis que a Palavra de Deus diz Nunca faltarão pobres na terra, e por isso dou-te esta ordem: abre tua mão ao teu irmão necessitado ou pobre que vive em tua terra” (Deuteronômio 15,11).

Acho que não resta dúvida – se é que existia – em relação a Jesus ser ou não comunista. Se nas Sagradas Escrituras existia alguém comunista (ou da TL), este alguém era Judas Iscariotes. Leia e entenda:”[...]Mas Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, aquele que o havia de trair, disse: 'Por que não se vendeu este bálsamo por trezentos denários e não se deu aos pobres?'. Dizia isso não porque ele se interessasse pelos pobres, mas porque era ladrão e, tendo a bolsa, furtava o que nela lançavam. Jesus disse: 'Deixai-a; ela guardou este perfume para o dia da minha sepultura. Pois sempre tereis convosco os pobres, mas quanto a mim nem sempre me tereis'.”(João 12,4-8). Ficou claro? Pobres sempre existirão. Repito: há desígnio de Deus. E, claro, é um mal da humanidade que por ela mesma se destrói. E os Comunistas, assim como Judas, não estão interessados nos pobres, mas no lucro que estes podem lhe dar. Judas fez um discurso pró pobreza visando roubar a bolsa; os comunistas fazem o mesmo discurso visando poder. E temos visto isso acontecer. A maioria dos partidos que disputam hoje a Presidência da República são de esquerda, e muitos de esquerda radical. Mas os pobres, a igualdade, sempre estão nos seus discursos. Mas onde o Comunismo chegou, houve igualdade? Se muitos acusam o Capitalismo de fazerem os ricos cada vez mais ricos, e os pobres cada vez mais pobres (acusam, ao invés de combater os excessos do consumismo, não vendo que se “acabarem” com o capitalismo o país afundará, pois sem livre comércio, livre iniciativa, concorrência das empresas, cadê os empregos e riquesas pro país?); o Comunismo conseguiu de fato igualar: os pobres cada vez mais pobres, e os ricos.. Não tem rico. Aliás, tem os pobres esmagados sob o regime totalitário, e o Estado rico tendo prazer em ver a bagaça toda. Um exemplo é Cuba. Este país da ditadura de Castro, de fato é igual. E é tão igual que o povo se arrisca no perigoso mar até chegar nos EUA, porque a igualdade comunista é uma miséria sem fim. Se está desigual, nem sempre buscar a igualde é a melhor solução.

E o que você me sugere, Anderson?” - deve estar você a me perguntar. Eu nada. Mas Jesus já tem sugerido a milênios:

Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque aquele que quiser salvar a sua vida, irá perdê-la; mas aquele que tiver sacrificado a sua vida por minha causa, irá recobrá-la. Que servirá o homem ganhar o mundo inteiro, se vem a prejudicar a sua vida? Ou que dará um homem em troca de sua vida?...” (Mateus 16,24-26)

Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá também está o teu coração.” (Mateus 6,19-21)

Buscai antes o Reino dos Céus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” (Lucas 12,31)

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei do Universo!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Tornado em Brasília: sinais do fim dos tempos?

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Se você não tiver acompanhado as últimas notícias estará achando que o título deste post é uma piada e/ou sensacionalismo. Mas é verdade: no dia 01 de Outubro aconteceu um tornado no Distrito Federal. Isso mesmo que você leu! Pela primeira vez se teve um registro de tornado no DF; que causou estragos, mas graças a Deus sem nenhum dano à vida.

O tornado que, segundo especialistas, foi classificado dentre os mais leves, assustou os moradores que viram ao vivo, e também os que só ficaram sabendo vendo fotos e videos na internet. Um tornado logo em Brasília? Como pode isso? Claro, quem trabalha com meteorologia sempre vai querer explicar; mas eu creio que este tornado tem um significado muito maior. (Clique aqui e veja em video)

Não quero aqui fazer um sensacionalismo barato como muitos fazem, chegando ao ponto de até dizer data pra volta de Nosso Senhor Jesus Cristo. Porém devemos saber que o Senhor usa de tais fatos para falar com a humanidade. E mesmo que seja com algo explicável, como um tornado pode ter uma explicação (apesar de em Brasília ser fora de lógica), Deus usa para falar algo com a humanidade. A ação de Deus também passa pelo natural.

O Senhor disse sobre a proximidade do fim dos tempos: "Irá levantar-se nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. Tudo isso será apenas o início das dores.[...] Logo após esses dias de tribulação, o sol escurecerá, a lua não terá claridade, cairão do céu as estrelas e as potências dos céus serão abaladas. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade." (Mateus 24,7-8;29-30) - E se prestarmos atenção veremos que já estamos começando a sentir este "início das dores"; de fato, as potências dos céus estão sendo abaladas. Em vários lugares do mundo têm ocorrido catástrofes, tanto naturais, quanto tragédias humanas. E este tornado em Brasília pode ser mais um desses sinais de que algo está acontecendo no mundo. Sim, o Senhor vem nos alertar. O mundo inicia o seu caos apocalíptico. E estes fenômenos são um castigo, ou antes um grito de convertam-se! O Senhor tem castigado com brandura para que nós olhemos para Ele. Eu acredito profundamente que este tornado de Brasília foi um alerta do Senhor, e, olhando pra ele, vejo o quanto Deus é misericordioso. O Senhor vendo nossa nação caminhando rumo a perdição total (o Brasil é só pecados por cima de pecados - principalmente pecados da carne e da idolatria, ou seja, negação de Deus para adorar os homens ou criaturas) o Senhor resolve mandar um alerta de um tornado de um nível leve em uma área descampada. Um alerta. 

Se nós não nos convertermos e mudarmos de vida, o Senhor irá nos castigar. E o Senhor não é ruim ou injusto, pois o castigo que Ele nos aplica é nos entregar a nós mesmos. Sim, virá regimes totalitários (comunista) e grandes desgraças causadas por rebelião da natureza (mesmo que seja natural e você dê uma explicação como o desmatamento, só reforça o que disse que a ira de Deus é nos entregar a nós mesmos, ou seja, toda dor que a humanidade sente quem fere somos nós mesmos).

No mais, disse o que disse para que você reflita. Não estou dizendo que o tornado é o sinal da volta de Jesus, nem que a Dilma tem pacto com o capeta, nem que Marina é sócia no pacto e Aécio Maçom e vai acontecer os três dias de trevas no fim de semana das eleições. Isso sim seria sensacionalismo. O que estou fazendo é pedir para você olhar estes fenômenos extraordinários e compará-los com o que é narrado nas escrituras; passando então a meditar como está a sua vida. Afinal, o Senhor pode voltar a qualquer momento, como também nós podemos morrer (até mesmo durante uma tempestade dessa ou de outra maneira) e irmos de encontro a Ele. E como iremos nos apresentar? 

Saiba que Deus usa estes eventos para falar com a humanidade. Deus fala de muitas maneiras, como Ele mesmo afirma para Santa Faustina: 

"Escreve que falo a eles pelos remorsos da consciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam” (Diário de Santa Faustina nº 1728)

Que a Virgem Maria, nossa Co-Redentora e Mãe, a Mãe das dores, nos auxilie a viver os tempos da tribulação e que saiamos vencedores em Cristo Jesus neste tempo das dores que começa. Sim, que auxiliados por Ela, permaneçamos fiéis a Deus até a volta gloriosa de Cristo junto com os santos anjos, para que assim possamos por todos os séculos dos séculos adorar a Santíssima Trindade. Amém.

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Viva Cristo Rei do universo!

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

"Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo" - como entender, à luz da fé católica, esta mensagem de Nossa Senhora?

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Roma perderá a fé e se converterá na sede do Anticristo”. Essas palavras contida no corpo da mensagem da profecia de Nossa Senhora de La Salette – para os que crêem que faça parte, já que muitos afirmam que este texto mais apocalíptico não faria parte da mensagem aprovada pela Igreja - causa um grande incômodo para os católicos, tanto devotos verdadeiros, quanto aos mais céticos. Mas, de fato, como interpretar essa mensagem à luz da doutrina da Igreja? Como conciliar esta frase dita por Nossa Senhora nesta aparição com as palavras de Jesus no Evangelho de Mateus no capítulo 16 versículo 18 “E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”? Não estariam essas frases em contradição? Sendo assim, a mensagem em questão seria falso e nunca teria sido pronunciada por Maria Santíssima? Bom, não é bem assim.

A solução deste problema é bem simples. Antes de qualquer coisa quero dizer que em nada esta mensagem entra em contradição com as palavras de Jesus e nem com a doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana. O que ocorre é um certo “protestantismo” entre os católicos, onde cada um interpreta a sua maneira fazendo uma grande confusão. É como uma frase que ouvi certa vez e que é bem verdade: Texto sem contexto é pretexto pra heresia. E se se tratando de Bíblia, um texto sem contexto é usado pra heresia, imagine algo em relação a mensagens fortes de Nossa Senhora como é o caso de La Salette.

Também é válido lembrar que ninguém é obrigado a acreditar em revelações particulares – que tenham sido feitas a santos ou a pessoas ainda vivas em nosso meio -,mensagens de Nossa Senhora ou algum outro espírito celestial (São Miguel e os anjos, por exemplo), etc. O próprio Catecismo da Igreja Católica nos ensina isso no nº 67. Embora quando uma aparição é reconhecida como autêntica pela Igreja, ninguém pode sair pregando publicamente em nome da Igreja dizendo que esta é falsa, que é mentira seu conteúdo, etc., afinal, o juízo da Igreja já confirmou ser real. Você pode não crer e não seguir e mesmo assim ser salvo; pois a revelação que somos obrigados a crer é a revelação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Enfim, depois dessa pequena explicação, vamos ao que interessa da mensagem de La Salette.

A polêmica existe mais por causa da má interpretação que alguns grupos de pessoas dão a ela. Se você pegar a mensagem em questão, não verá em momento algum Nossa Senhora falando que a Igreja Católica será destruída. Essa mensagem é muito contestada pela interpretação que alguns rad-trad – principalmente os metidos a sedvacantistas – dão a ela. Estes dizem que Nossa Senhora falou – nesta frase – que o Papa seria um herege e seria o próprio Anticristo. Mas, se lermos a mensagem inteira não veremos Nossa Senhora falar em momento algum que o Papa será o Anticristo. Essa conversa até parece coisa de protestante neopentecostal que gosta de inventar umas revelações malucas do tipo; além de dizer que o Papa é o anticristo, eles (neopentecostais) afirmavam até pouco tempo que S. João Paulo II ressuscitaria e se tornaria o anticristo. Infelizmente, se os rad-trad queriam difundir a mensagem de Nossa Senhora e espalhar a devoção mariana, acabam por fazer com que esta perca o crédito. Pois por causa da má interpretação de uma frase, acaba-se condenando todo corpo da mensagem que é muito rica. A mensagem é dura, é verdade, mas muito verdadeira. Não podemos negar que boa parte do que contem na mensagem (clique aqui e leia na íntegra) já se cumpriu.

Mas então, caro Anderson, me explique o que quer dizer essa frase de Nossa Senhora se não é o Papa ser o Anticristo” - deve estar você me perguntando neste momento. Eu não sou o dono da verdade, mas como devoto de Nossa Senhora e um Católico que, apesar das minhas imperfeições e pecados, busco conhecer e anunciar a verdade, olhando este trecho das mensagens de La Salette podemos ver claramente que não se trata do Papa ser Anticristo, mas com a apostasia da Igreja e a grande crise interna, esfriamento espiritual, etc.

Vejamos: Nossa Senhora disse que Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo. Vamos raciocinar, por favor. Roma perderá a fé? Isso não quer dizer que A Igreja Romana será destruída, mas simplesmente que haverá – e há – uma crise de fé na Igreja. E disso é falado no Santo Evangelho: “Mas, quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?” (Lucas 18,8). Jesus mesmo está falando que antes de Ele voltar haverá uma grande crise de fé; chegando ao ponto de Ele perguntar se encontraria fé sobre a terra. E não é como vivemos hoje? Ou melhor, como estamos caminhando... Hoje você entra numa Igreja Católica e não sabe se de fato é a Igreja Católica, a tal ponto que chegou a confusão de fé. Igrejas que não tem grupos de oração, não se reza o Terço, não se tem missas féis a liturgia; porém tem curso de controle da mente, yôga, “missa” afro e outras profanações com pipoca, cachaça e mais oferendas a exús. Isso falando de Brasil, fora o que acontece em vários lugares. Há uma grande crise de identidade, ou melhor, de fé. No Brasil o sincretismo é tão grande que pobre de quem falar contra o espiritismo em algum lugar! De maneira geral não se tem mais uma fé pura. Hoje cada um crê no que quer. Não se crê mais no que a Igreja crê. Para terem uma ideia de como isso se complica a nível mundial, o Concílio Vaticano II é um grande exemplo de perca de fé. Não no sentido que os rad-trads e sedvacantistas aplicam. Mas chegamos ao ponto de um Concílio falar “A” e nos Seminários e nas mídias se ensinar “Z” (o extremo mesmo). O maior empecilho para restaurar a Igreja – no sentido de São Francisco de Assis – é que muitos querem romper com o Vaticano II, enquanto o mais saudável é imitar Bento XVI na hermenêutica da continuidade. Com tanta briguinha na internet, nego virando rad-trad e largando a evangelização kerigmática que tinha, deixando de assistir a Missa porque só tem na sua cidade a de Paulo VI (e a criatura só quer a de Pio V) e estando em pecado mortal... mas tudo em nome da tradição. Por outro lada os caras com encosto de Leonardo Boff que tudo querem modernizar, tudo querem aaaah... Não sei explicar. Mas nessa minha tentativa, conseguem compreender a confusão de fé que há? Roma está perdendo ou não a fé? Roma perde a fé na medida em que os filhos abandonam o ensinamento da Mãe, que é a Igreja Romana. E aí estar na Igreja sem estar unido a Ela, é ser apenas um vírus que infecta-a e a faz ficar doente.

...e se tornará a sede do Anticristo” - mas agora está falando do Papa, ou não? É.. Não! “você acha que a Igreja se transformará na sede do Anticristo?” - Meu irmão, minha irmã, e você tem dúvidas de que ela não já se tornou? Explico-me. Por mais que tenha citado confusão de leigos em relação a fé de Roma, a apostasia e os erros difundidos fazem mais sentido na mensagem de Nossa Senhora em relação ao clero. Falei da confusão de rad-trad e afins porque é comum vermos essa “birrice” nas redes sociais. A mensagem é grave e fala de situações graves dentro do clero.

Então você acha que Roma será a sede do Anticristo mesmo” - E você tem dúvidas ainda? Satanás há dois mil anos se infiltrou no clero, seduzindo Judas Iscariotes, e este traiu o Senhor. Satanás, nos dias de hoje, se infiltrou na Igreja, como o Papa Paulo VI disse “a fumaça de satanás entrou na Igreja”, e seduz a muitos novos Judas que traem Jesus. E essa traição dos Judas modernos se dá na perca da fé, negar dogmas, propagar o erro, rejeitar a própria Igreja, etc. Nas próprias orações exorcísticas da Igreja encontramos um trecho que fala “As hostes astuciosíssimas encheram de amargura a Igreja, esposa imaculada do cordeiro, e inebriaram-na com absinto; puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios. Ali onde está constituída a sede do beatíssimo Pedro e cátedra da verdade para iluminar os povos, ali colocaram o trono de abominações da sua impiedade, para que ferido o pastor, dispersassem as ovelhas”- Com isso vemos claramente que satanás quer sim atacar a pedra de unidade da Igreja, o Papa. Sim, satanás colocou o trono de abominações em Roma... E isso chama-se MAÇONARIA. Ora, não devia ser novidade pra ninguém! Todo mundo devia saber que é cheio de maçom no Clero Católico. Não falo dos maçons de lojinhas, mas sim da maçonaria dos mais autos graus. Ora, todo mundo sabe – ou deveria saber – que muitos Bispos, e quiça Cardeais, são maçons. Muitos nem mesmo acreditam na existência de Deus. Sabemos que antes do Concílio Vaticano II foi infiltrado Comunistas dentro da Igreja com o intuito de a destruir por dentro, já que a Igreja foi e é um empecilho para os agentes da Nova Ordem Mundial. Após o Concílio Vaticano II ficou fácil falar nos seminários e púlpitos católicos sobre o “espírito do concílio” e não dos Documentos do Concílio que são riquíssimos. Apesar de não ser dogmático, você sabia que o CVII foi o Concílio que mais falou de Nossa Senhora? Você sabia que São Luís já havia falado que “Nesses últimos tempos, Maria deve brilhar, como jamais brilhou, em misericórdia, em força e graça”? E Ela brilhou no CVII, mas pouco se tem pregado (e os entendedores da Tradição que deveriam pegar estes pontos positivos, imitam os lobos pegando alguma coisa que caiba “interpretação” aplicando de uma forma contrária a Tradição, sendo que o CVII nunca pregou o rompimento). Quem prega sobre as maravilhas de Maria Santíssima no CVII? Mas quantos e quantos pregam que Maria é apenas a “serva” como uma qualquer, membro da Igreja, que só serviu - e apenas só? - para dar a luz Jesus... (to falando de padres católicos) Estes tem aos montes. Se apegam ao Concílio, mas o Concílio diz que Maria Santíssima cooperou de maneira singular na obra da salvação. Opa, mas isso não faz parte da novidade... E por isso Bento XVI diz que existiram dois concílios: o real com seus documentos, e o da mídia.

Ora, o próprio Padre Gabriele Amorth, exorcista oficial de Roma até pouco tempo (está de idade avançada, porém, até onde sei continua fazendo exorcismos. Ele continua dando trabalho pro demônio!), disse que encontrou Bispos que diziam não acreditar na existência do demônio. Como assim? Já é definido pela fé católica que satanás existe e haje no mundo para perder as almas. E o próprio Padre Gabriele Amorth conta-nos:

Quando encontrei pela primeira vez o Pe. Pellegrino Ernetti, um célebre exorcista que exerceu o ministério por quarenta anos em Veneza, disse-lhe:
- Se eu pudesse falar com o Papa, eu lhe diria que encontro demasiados bispos que não crêem no demônio.
Na tarde seguinte o Pe. Ernetti veio até mim, para me dizer que de manhã tinha sido recebido por João Paulo II.
- Santidade, dissera-lhe, há um exorcista cá em Roma, Pe. Amorth, que se o visse Lhe diria que conhece demasiados bispos que não crêem no demônio.
O Papa respondeu-lhe: - Quem não crê no demônio, não crê no Evangelho!
Eis a resposta que Ele deu, e que eu repito.”

E aí, caro leitor, eu te pergunto: quantos Bispos e padres você conhece que não crêem no demônio? Claro, não conhecemos o seus corações pra saber de sua fé. Mas, quantos você conhece que pregam abertamente que demônio não existe, e que o “mal” que fala no Evangelho é qualquer outra coisa (como os adeptos da TL dizem: é a pobreza, a injustiça, blá, blá,blá...). E aí nós vemos que o Papa S. João Paulo II afirma que quem não crê no demônio, não crê no Evangelho. E então, Roma tem perdido ou não a fé? Indico que leiam os livros do Padre Gabriele Amorth, pois ele, com toda propriedade do mundo, fala sobre esta questão e afirma que Bispos que são negligentes na nomeção de exorcistas estão em pecado mortal.

Peço também que leiam a mensagem de La Salette completa, olhem a questão da apostasia do clero e comparem com outras revelações. Indico que vejam o que o próprio Jesus falava a Santa Faustina e que esta escreveu no Diário. Vejam a semelhança. E comparem o que foi revelado com a situação atual do clero. A respeito disso já escrevi neste blog. Clique aqui e leia.

No clero há quem não crê na existência do demônio; na presença real de Jesus na Eucaristia; desdenha da devoção verdadeira à Nossa Senhora; prega erros tremendos; tem comunistas declarados; gente revoltada contra o Papa; escândalos e mais escândalos (muitos até de gente infiltrada no clero só para sujar a imagem da Igreja Católica; outros casos falsos com este intuito, etc); enfim, uma grande confusão de fé. E você tem dúvidas que “Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo”?

No mais, quero encerrar esta reflexão lembrando algo importante em relação as mensagens de Nossa Senhora. Muitas pessoas leem as mensagens de La Salette e ficam assustadas; porém, devem recordar-se que todas as mensagens da Virgem Maria em relação a acontecimentos futuros (em relação a alguma desgraça que acontecerá em algum lugar, um castigo, etc.) são mutáveis. Como assim? Uma coisa é a Virgem Maria dizer em Fátima “Por fim o Meu Imaculado Coração triunfará!”. Essa palavra dEla é real. Não mudará e se confirmará. É uma promessa dEla. Ela triunfará sobre o mal e sobre o pecado. Ela é a Mulher de Gênesis 3 e Apocalipse 12 que vence a serpente e o dragão infernal. Ela vencerá! Pode acreditar! No fim de tudo o Coração Imaculado dEla triunfará na pervertida sociedade. Outra coisa, porém, é quando Ela diz sobre a questão da apostasia ou anunciando que sobre alguma nação sobrevirá uma desgraça (um castigo). Nossa Senhora apareceu no Brasil no ano de 1936 e disse que viria três grandes castigos para o Brasil SE O POVO NÃO REZASSE E FIZESSE PENITÊNCIA. Ela nos anunciou que o Comunismo entraria no Brasil – como de fato temos visto um grande avanço – se o povo não fizesse penitência. Em Fátima a Virgem Maria pediu para que se rezasse o Terço todos os dias para parar a guerra (e acabou) e disse “parem de ofender a Deus que já está muito ofendido!”. Isso significa que os anúncios de castigo são mutáveis em relação a nossa resposta ao aviso. Trata-se de um alerta: isso acontecerá se não houver quem reze e se sacrifique, e caso não se convertam. Caso nós nos arrependamos dos nossos pecados e façamos penitência, o mal que sobreviria a terra poderá ser anulado. Sim, a justiça de Deus é aplacada quando recorremos a Sua infinita Misericórdia. Como Santa Faustina diz “não há quem tenha recorrido a Vossa Misericórdia e não tenha sido por Vós atendido”.

E isso é bíblico. Se você ler o livro Sagrado do Profeta Jonas, verás que ele vai até Nínive e prega para aquele povo que virá uma grande desgraça para aquela terra. Nínive era uma cidade pagã. Mas ante a pregação profética de Jonas passaram a crer. E as Sagradas Escrituras narram que os ninivitas proclamaram um jejum para toda a cidade; até o rei se despojou de seu manto, cobriu-se de saco e sentou-se sobre a cinza. O rei mandou publicar pela cidade um decreto obrigando até os animais a fazerem jejum (cf. Jonas 3,5-8). E o rei ainda disse: “quem sabe, Deus se arrependerá, acalmará o ardor de sua cólera e deixará de nos perder!” (Jonas 3,9). As Sagradas Escrituras então narram que Deus, que havia proclamado a destruição de Nínive, “arrependeu-se do mal que resolvera fazer-lhes, e não executou” (cf. Jonas 3,10).

A mesma coisa ocorreu com o profeta Miquéias. Só que aqui o profeta após ter tido a visão da desgraça que sobreviria, ele mesmo intercedeu pelo povo: “Eis o que me mostrou o Senhor Javé: uma nuvem de gafanhotos no tempo em que a forragem começa a crescer. Era a forragem depois da ceifa reservada ao rei. Quando os gafanhotos acabaram de devorar a erva da terra, eu disse: 'Senhor, tende misericórdia! Como poderá resistir Jacó, sendo ele tão pequeno?' O Senhor arrependeu-se. 'Isso não acontecerá! – disse o Senhor”. Assim é a Virgem Maria: Ela pode até anunciar ao mundo que virá um grande castigo, mas ela mesma está diante de Jesus Cristo clamando Misericórdia. Assim viu Santa Faustina – e narra em seu diário – a Virgem Maria, com o coração transpassado, e diante de Jesus impedindo que Ele punisse o mundo (cf. Diário). E se a oração do profeta é ouvida, quanto mais a da Mãe do próprio Deus encarnado!

Assim como vimos acontecer com os profetas Jonas e Miquéias, também acontece com as mensagens de Nossa Senhora. Ela anuncia que virá o castigo, mas nos diz o remédio para evitá-los: oração e penitência (e não ofender a Deus com nossos pecados, obviamente). Se olhares atentamente, todas as mensagens de Nossa Senhora traz essa centralidade na vida de oração, penitencial e um chamado à conversão do coração. O problema é que a gente foca muito na desgraça, enquanto ela anuncia o caminho da graça também. É fato que Ela anunciou que “Roma perderá a fé e será a sede do Anticristo?” Sim. E disse outras coisas terríveis também. Mas é fato que Ela deu os remédios: citando os Apóstolos dos últimos tempos – termo que São Luís Maria Grignion de Montfort usa no Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem Maria – e também por ter aparecido usando correntes, a Virgem Maria mostra que o antídoto para o veneno do mal que assola a sociedade é a Santa Escravidão de amor, e a verdadeira consagração ao Seu Imaculado Coração, pois, Ela já nos preanunciou que por fim o Seu Imaculado Coração triunfará! Ela nos exortou a uma vida unida a Cristo. Talvez o povo foque nesses pontos polêmicos, e esquecem-se que Ela também disse na mesma aparição que Roma pagã desaparecerá, ou seja, o que é relativismo, inimigos de Deus dentro da Igreja, serão destruídos. Fora que "Roma" aqui pode ser a própria cidade. Mas o povo foca tanto na polêmica, e esquece-se que em La Salette também foi dito perto do fim da mensgem:

"Pelo sangue, as lágrimas e as orações dos justos, Deus Se deixará aplacar.”

Então, que tal nós deixarmos de “mi, mi, mi” e discussões tolas e passarmos a derramar diante de Deus nosso sangue, nossas lágrimas e nossas orações para aplacar a ira de Deus!? Já rezou teu Rosário hoje? É, meu amigo, talvez você tenha esquecido da parte “rezar o terço todos os dias” das mensagens marianas.

Ps: para entendermos melhor essa questão da ação da maçonaria dentro da Igreja, pretendo nos próximos dias postar aqui algumas mensagens de Nossa Senhora ao Pe Gobbi que fala ao respeito.

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!



Faço minhas as palavras de São Tomás de Aquino:

“Espero nunca ter ensinado nenhuma verdade que não tenha aprendido de Vós. Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana” 

E também as de Santa Teresa d’Ávila:

“Se alguma coisa não estiver conforme a doutrina da santa Igreja Católica Romana, será por ignorância, não por malícia. Pela bondade de Deus, sempre estou, estive no passado e estarei no futuro sujeita à santa Igreja. Seja ele para sempre bendito e glorificado.”

sábado, 27 de setembro de 2014

CUIDADO COM OS DOCES DE COSME E DAMIÃO



santos católicos verdadeiros
Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Sabemos que quando se chega nesta data do ano podemos notar que em vários lugares se distribui doces em honra a São Cosme e São Damião. Quer dizer: distribuem doces dizendo ser em honra dos santos católicos. Mas a realidade é que este costume popular não é católico e pode causar danos espirituais as pessoas.

Por mais que algumas pessoas venham dizer que não tem problema comer esses doces – até usando de passagens bíblicas pra dizer que se pode comer algo sacrificado ao demônio-, sabemos que não é bem assim. Vivemos em uma época em que o povo têm se afastado da oração, ou seja, da comunhão com Deus e, comendo esses doces, estaria abrindo uma enorme brecha para satanás.

Mas como assim Cosme e Damião e demônios? Para esclarecer: Cosme e Damião são sim santos católicos. São Cosme e São Damião foram mártir da fé dando seu testemunho derramando o sangue por volta do ano 300d.C pela perseguição do Império Romano. A festa litúrgica desses santos na Igreja Católica é no dia 26 de setembro. Já a distribuição dos doces supostamente em honra aos santos é feita no dia 27 de sembro. Ora, isso é muito fácil de saber o porquê.

Essa distribuição é feita no dia 27 de sembro porque não é em honra aos santos Católicos São Cosme e São Damião, mas sim aos orixás da umbanda conhecidos como Ibejis. Este costume de dar doces começou com os praticantes de umbanda. E eles começaram a usar o nome – e até as imagens – dos santos católicos nos seus cultos pagãos, não só para confundir, mas pelo fato de que as religões pagãs afro (como é a umbanda) eram proibida no Brasil; por isso, para dar aparência de devoção e fé católica, eles começaram a cultuar seus ídolos (orixás) usando o nome e imagens dos santos católicos. Dizem Cosme e Damião com a língua, mas o sacrifício é feito aos demônios. Isso precisa ser dito! E por isso os doces são costumeiramente distribuídos no dia 27 de setembro, pois neste dia, na religião umbandista, celebra-se o dia desses orixás “crianças”. E também por essa particularidade que se apresentam os demônios, distribuem-se doces para as crianças.

Como podemos ver é tudo fruto de um sincretismo religioso. A Igreja Católica nada tem a ver com isso. E nem com as várias outras formas de sincretismo religioso como usarem São Jorge no espiritismo e outros. Muitos acusam a Igreja de ser pagã porque na macumba, espiritismo de terreiro, e outros, usa-se o nome e imagens dos santos Católicos. Ora, em muitos desses lugares – e até em lojas maçônicas em seus rituais macrabos – usa-se até Bíblia; e nem por isso eu vou deixar de acreditar na Palavra de Deus que condena tais coisas. A Igreja é apenas mais uma vítima desse sincretismo que acaba por confundir o povo de Deus.

Isso não quer dizer, porém, que todos os doces de “Cosme e Damião” sejam consagrados aos demônios. O que acontece é o seguinte: muitas pessoas acabam fazendo promessas com o coração direcionado a intercessão de São Cosme e São Damião e, por ignorância, acabam fazendo a distribuição dos doces para as crianças em forma de agradecimento. Muitos de fato desconhecem – como eu até pouco tempo desconhecia – o fato dessa prática ser oriunda das religiões pagãs. Outros distribuem por puro espírito caritativo. Mas, não poucos, distribuem por orientação dos orixás (demônios) e em honra a eles, e aí sim mora o perigo. Eu não acho que uma pessoa vá para o inferno por comer um doce, porém, se uma pessoa que não está na graça de Deus come um doce contaminado, poderá então causar grandes danos na sua alma. E, mesmo que eu esteja na graça de Deus, e vá comer por pura presunção... Oremos. É bom evitar para não confundir o povo mais simples que desconhece essas coisas.

É bom não distribuir doces nessas datas e passar a ter uma maior convicção. Essas coisas não são brincadeira.

Aqui mesmo perto de casa já fui alertado que tem um mulher que vende doces, porém, antes de colocá-los a venda consagra-os no centro de macumba. Muitos doces que hoje são distribuiídos para as criança, passaram nos terreiros. Muito cuidado! Mesmo que tem doces que não tem consagração e nem intenção de ser em honra aos orixás, como saberemos? Por isso devemos ser cautelosos.

No mais também conheço pessoas que nunca distribuíam doces de “Cosme e Damião”, mas depois que conheceu e frequentou centro de macumba, passou a prática da distribuição... Cuidado!

Os mais céticos diram que “isso não existe!”, “se estou na graça de Deus nada me atinge!”, “eu não acredito nisso!”; só que tem um detalhe: se lermos um pouco de demonologia, em especial textos do Pe Gabrielh Amorth, veremos o quão perigoso pode ser comer coisas consagradas ao demônio. Quantas vezes ouvimos pregações de Padres ou leigos que lidam com “cura e libertação” ou sacerdotes exorcistas, e estes proclamam a libertação de pessoas que passaram a ter problemas na vida espiritual através de uma comida consagrada aos demônios! Quantas pessoas que têm que se submeter a rituais de exorcismo porque de fato ocorreu uma possessão após comer essas comidas!

Você deve lembrar que nós não vivemos mais em um país católico. O Monsenhor Jonas Abib no livro “Sim, sim; não, não” vai falar algo triste, porém, real: “O nosso povo brasileiro é católico. Mas podemos dizer sem medo que a sua mentalidade é fortemente marcada pelo espiritismo, tanto o espiritismo kardecista, chamado de mesa branca, como o espiritismo de terreiro, da umbanda, do candomblé e de outras ramificações de tradição afro.” - Triste realidade! E se o povo é sincretista, o demônio tem mais brecha para entrar. Conheço uma pessoa que, após em falar algum alerta sobre essas coisas de macumbas e afins, diz que isso não pega, só pega em quem não tem fé. Só queria entender então o que ele faz frequentemente indo nas Missas de Cura e Libertação... Se essas coisas são irreais, porque existem exorcistas? E se vivemos em um mundo pagão, mais ainda devemos evitar a distribuição destes doces para não confundir, e alertar as pessoas para não deixarem seus filhos comerem tais doces, porque existe um detalhe que as pessoas deixam passar despercebido: hoje os pais são negligentes na questão do batismo dos filhos. E se um cristão batizado que acaba por abandonar a fé acaba sofrendo males, imagine uma criança pagã (pagã porque não é batizada ainda) comendo essas coisas consagradas ao demônio! Por isso muito cuidado ao sair por aí dizendo que basta comer com fé em Deus que nenhum mal lhe atingirá. Cuidado! Porque muitas crianças não tem fé. Muitas criaças não receberam o mínimo da fé de seus pais. Muitas crianças não tem o batismo. E, tenho que dizer com dor, mas o Pe Gabriele Amorth relata possessões em crianças, mesmo bebês. E qual o remédio que ele nos dá? Batismo! Ora, ele mesmo fala que o Batismo é um poderoso exorcismo. Deixamos de fato a escravidão de satanás e passamos a ser filhos de Deus. Ora, imagine a situação das crianças que comem essas coisas consagradas ao demônio...

Padre Gabrielh também fala em seus livros que muitos crimes cometido por crianças, como por exemplo esses que escandalizam (assassinos em série, por exemplo), ele disse que chama na TV psicólogos, psiquiátras, mas não chamam um exorcista. E um exorcista – segundo ele – resolveria o caso rapidamente: é uma possessão. Hoje as crianças desde cedo assistem e jogam coisas satânicas, ouvem músicas satânicas, e comem comidas consagradas ao demônio. Eu vi em uma casa de detenção para menores, vários jovens que nem sequer tinha batismo. E fico agora a imaginar, quantos que tiveram contato com o mal. Será que se eles tivessem sido batizados e, junto com os outros batizados, perseverassem na vida cristã na oração e na frequência dos sacramentos, estariam nessa situação?

No mais, meus irmãos e irmãs, convido-vos a renunciar todas essas práticas. Caso você tenha distribuído ou comido tais comidas consagradas ao demônio, reze pedindo a intercessão da Virgem Maria, para que pelo Sangue de Jesus, te liberte de todo mal.


Se quiser, faça esta oração:
Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, eu quero te pedir neste momento a graça da libertação. Meu Senhor e meu Deus, tu sabes que muitas vezes caminhei por estradas em que não levavam a Ti. Tu sabes que muitas vezes busquei o mal. Tu sabes que nem sempre te adorei como meu único Deus e Senhor. Mas, meu amado Jesus, arrependido me encontro, e quero nesta hora, clamar o derramamento do teu precioso Sangue na minha vida.
Jesus Misericordioso, eu renuncio a todas as práticas pagãs da qual fiz parte algum dia. Eu renúncio as comidas consagradas aos demônios, tanto as que comi, como as que porventura tenha dado a outras pessoas para comerem. Jesus Misericordioso, eu renuncio de todo coração essas práticas demoníacas. Eu renuncio a satanás e suas pompas. Eu renúncio a todo espiritismo, macumbaria, bruxaria, eu renuncio os doces dos exús que usam o nome de “Cosme e Damião”, eu renuncio toda praga, toda maldição, toda ação do demônio na minha vida.
Senhor Jesus Misericordioso, eu clamo o Teu Sangue neste momento. Jesus, pelo Teu sangue derramado no madeiro da Cruz eu clamo que me libertes. Sim, Jesus, se for da Tua vontade, me libertes de todo mal. Me liberte, senhor Jesus, de toda ação do demônio. Cristo Jesus, o teu sacrifício no calvário foi para nos libertar da possessão de satanás, por isso, amado Jesus, me liberte de toda ação diabólica. Sim, Jesus, asperge teu sangue em todas as áreas da minha vida, e faça-me viver uma vida santa e pura. Amado Jesus, lava-me no Teu Sangue. Jesus Amado, atingime-me com o Sangue e a Água que jorraram do Teu Coração Sacratíssimo. Jesus, eu quero ser livre em Ti.
Envia ó, Senhor, o Teu Santo Espírito. E renova-me. Sim, Jesus, inflama-me no fogo do Teu Amor. E com esta efusão do Espírito Santo, faça-me todo teu. Sim, Jesus, pelo derramamento do Teu Espírito, não quero mais ter comunhão com os demônios, mas seu uma morada Santa para Ti, Ó Trindade Santa.
Virgem Imaculada, Mãe de Deus e nossa Mãe, pelas tuas puras lágrimas de sangue derramadas aos pés da Cruz de teu Filho, liberta-me do mal. Mãe e Rainha, esmague a cabeça de satanás. Nossa Senhora da Vitória, dá-me a vitória contra satanás e seus anjos caídos! Nossa Senhora da Vitória, combate por mim. Minha Mãe, esmague satanás com teu calcanhar Imaculado. E, te peço, Mamãe, a graça de ser conservado na graça de Deus. Dá-me, Mãe Santíssima, contrição e dor dos meus pecados, para que eu possa confessar meus pecados para um padre, e receber o perdão de Deus; e após, nunca mais voltar a pecar, com tua ajuda; mas, se eu cair, que a Senhor me levante novamente. Mãe Santíssima, nossa Co-Redentora e Mãe, pelas tuas lágrimas de sangue, sejam destruídas as forças do inferno.

Meu irmão, minha irmã. Após esta oração, com as tuas palavras vá louvando e bendizendo a Deus. E, reze o Santo Terço pedindo a graça da concretização da libertação. E lembre-se: é necessário confessar os pecados para um padre, para lá, que é o próprio Jesus que haje, possas ser perdoado, curado e liberto.





Assista as seguintes pregações:




















quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Nossa Senhora Rosa Mística

Em uma pequena cidade da Itália chamada Montichiari e no vilarejo chamado Fontanelle da mesma cidade, no ano de 1946, Nossa Senhora apareceu para uma enfermeira chamada Pierina Gilli, nascida no dia 03 de agosto de 1911 (e faleceu no dia 12 de janeiro de 1991).



Em 1944, Santa Maria Crucifixa Di Rosa, fundadora das Servas da Caridade, passou a aparecer para Pierina.
A primeira etapa das aparições de Nossa Senhora, foi na cidade de Montichiari no dia 23 para o dia 24 de novembro de 1946 e terminaram em 08 de dezembro de 1947.

Pierina permaneceu dezenove anos junto às irmãs do Lírio, de Bréscia, acolhida por caridade. Neste período sofreu a paixão de Nosso Senhor.

A segunda etapa das aparições, ainda foi em Bréscia, junto as Irmãs do Lírio, em 05 de abril de 1960.
A terceira etapa das aparições foi no vilarejo de Fontanelle no dia 14 de abril de 1966 e terminaram praticamente com a sua morte em janeiro de 1991.
Na primeira aparição, Nossa Senhora trazia cravada no peito enormes espadas. Juntamente com a Virgem Santíssima, apareceu Santa Maria Crucifixa que explicou para Pierina o significado das três espadas:
- a 1a simboliza a ruína da vocação sacerdotal e religiosa;
- a 2a simboliza a vida pecaminosa que muitos sacerdotes levam;
- a 3a simboliza a traição de Judas e o ódio contra a Igreja e dos sacerdotes que se tornam indignos de exercer seu ministério.
Enquanto Santa Maria Crucifixa falava, a linda Senhora aproximou – se de mim, diz Pierina, então pude enxergar duas espessas lágrimas que corriam de seus olhos e percebi a sua doce voz que dizia:
Oração, sacrifício e penitência”.
Na aparição seguinte dia 13 de julho de 1947, Nossa Senhora aparece com três lindíssimas rosas no lugar das espadas, de cor branca, vermelha e amarela dourada, que significam :

- Rosa branca indica o espírito de oração;
- Rosa vermelha indica o espírito de sacrifício e de abnegação;
- Rosa amarela dourada indica o espírito de penitência.


Em seguida, tomando a palavra com um tom de voz de autoridade, que nos transmita uma ordem recebida de Deus, disse:
Nosso Senhor envia – me para levar uma nova devoção Mariana em todos os institutos e congregações religiosas, masculinas e femininas, também os sacerdotes seculares. Prometo a todos os institutos ou congregações que me honrarem que serão por mim protegidos, terão uma maior florescência de devoções e menos vocações traídas, menos pessoas que ofendem ao Senhor como pecado mortal e grande santidade entre os ministros de Deus”.

Oração à Nossa Senhora da Rosa Mística

Rosa Mística, Virgem Imaculada, Mãe da Graça, para honra de Vosso Divino Filho, nos ajoelhamos diante de Vós, implorando a misericórdia de Deus. Não por nossos méritos, mas, pelo amor de Vosso Coração Maternal, nós vos suplicamos que nos concedais proteção e graça, com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave, Maria...

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, corpo místico de Jesus Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de teus filhos.
Ave, Maria...

Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer, à volta dos altares Eucarísticos, muitas vocações sacerdotais, religiosos e religiosas, que difundam, com a santidade de sua vida e com zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós, também, a abundância de Vossas graças celestiais!
Ave, Maria...
Salve, Rainha...
Maria, Rosa Mística, Mãe da Igreja, rogai por nós!


Terço das Lágrimas de Sangue de Maria Rosa Mística
(terço composto de 7 conjuntos de 7 contas)

Jesus Crucificado! Ajoelhados aos Vossos Pés, nós Vos oferecemos as lágrimas de sangue dAquela que Vos acompanhou no Vosso caminho sofredor da cruz, com intenso amor participante.
Fazei, ó bom mestre, que apreciemos as lições que nos dão as lágrimas de sangue da Vossa Mãe Santíssima, a fim de que cumpramos a Vossa Santíssima Vontade aqui na terra, de tal modo que sejamos dignos de louvar-Vos no Céu por toda a eternidade.
Amém!

- em vez do Pai-Nosso, reza-se: Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

- em vez da Ave-Maria, reza-se:
Ó Jesus, atendei as nossas súplicas em virtude das lágrimas de sangue da Vossa Mãe Santíssima.

- no fim repete-se três vezes:

Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue dAquela que mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

Oração final

Ó Maria, Mãe de Amor, das dores e de misericórdia, nós Vos suplicamos: uni as Vossas súplicas às nossas a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a Quem nos dirigimos em nome das Vossas lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e Se digne conceder-nos com as graças pelas quais Vos suplicamos, a coroa da vida eterna. Amém!

Que as Vossas lágrimas de sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.
Pela Vossa mansidão divina, ó Jesus Crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora.

A Maria Rosa Mística
Virgem Imaculada, Mãe da Graça, Rosa Mística, em honra do Vosso Divino Filho nos ajoelhamos diante de Vós a implorar a misericórdia divina: não por nossos méritos, mas pela vontade do Vosso Coração Maternal, nós Vos suplicamos que nos concedais proteção e graça com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave-Maria…

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, Corpo Místico de Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de Vossos filhos.
Ave-Maria…

Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer à volta da Mesa da Eucaristia muitas vocações sacerdotais e religiosas que difundam, com a santidade de sua vida e com o zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós também a abundância de Vossas graças celestiais.
Ave-Maria…
Trezena de Nossa Senhora Rosa Mística

Nossa Senhora em Montichiari pediu que o dia 13 de cada mês seja consagrado a uma especial devoção a Ela, preparando-nos com a oração dos 12 dias anteriores; e que o dia 13 de julho de cada ano festejado em honra de "Maria Rosa Mística"

REZA DO TERÇO
("O terço é uma das devoções mais queridas de Nossa Senhora")
ORAÇÃO PREPARATÓRIA
Invocação ao Espírito Santo.

ORAÇÕES A MARIA ROSA MÍSTICA
Virgem Imaculada, Mãe da Graça, Rosa Mística, em honra do Vosso Divino Filho nos ajoelhamos diante de Vós a implorar a misericórdia divina: não por nossos méritos, mas pela vontade do Vosso Coração Maternal, nós Vos suplicamos que nos concedais proteção e graça com a certeza de que nos haveis de atender.
Ave-Maria...

Rosa Mística, Mãe de Jesus, Rainha do Santo Rosário e Mãe da Igreja, Corpo Místico de Cristo, nós vos pedimos que concedais ao mundo, dilacerado pela discórdia, a unidade e a paz e todas aquelas graças que podem mudar o coração de tantos de Vossos filhos.
Ave-Maria...
Rosa Mística, Rainha dos Apóstolos, fazei florescer à volta da Mesa da Eucaristia muitas vocações sacerdotais e religiosas que difundam, com a santidade de sua vida e com o zelo apostólico pelas almas, o Reino de Vosso Filho Jesus por todo o mundo. E derramai sobre nós também a abundância de Vossas graças celestiais.
Ave-Maria...
MARIA, RAINHA DOS SANTOS ANJOS
Ó augusta Rainha do Céu e Soberana dos Anjos, a Vós, que do Senhor recebestes o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, pedimos, humildemente, nos envieis as legiões celestiais, para que, às Vossas ordens, persigam os demônios, combatam-nos por toda parte, reprimam a sua audácia e os lancem no abismo. Amém.

ORAÇÃO FINAL

Ó Maria, Mãe de Amor, das dores e de misericórdia, nós Vos suplicamos: uni as Vossas súplicas às nossas a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a Quem nos dirigimos em nome das Vossas lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e Se digne conceder-nos com as graças pelas quais Vos suplicamos, a coroa da vida eterna. Amém!
Que as Vossas lágrimas de sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.
Pela Vossa mansidão divina, ó Jesus Crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora.
SÃO MIGUEL ARCANJO, defendei-nos neste combate; sede nosso auxílio contra as maldades e ciladas do demônio; instante e humildemente vos pedimos que Deus sobre ele impere e Vós, Príncipe da Milícia celestial, com esse poder divino precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que vagueiam pelo mundo para a perdição das almas. Amém!

RECITAÇÃO DO TERÇO
OFERECIMENTO
Divino Jesus, nós Vos oferecemos este terço que vamos rezar, meditando os mistérios da nossa Redenção. Concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências desta Santa devoção
Oferecemos, particularmente, em desagravo dos pecados cometidos contra o Santíssimo Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, pela paz do mundo, pelas intenções do Santo Padre, pelo aumento e santificação do clero, pela santificação das famílias, por todas as nossas intenções particulares e pelo Brasil.
(silêncio...)
Credo...
HOMENAGEM À SANTÍSSIMA TRINDADE
Pai-Nosso...
Ave-Maria... (em honra a Deus Pai, que nos criou)
Ave-Maria... (em honra a Deus Filho, que nos remiu)
Ave-Maria... (em honra a Deus Espírito Santo, que nos santifica)
Glória...
A cada mistério, reza-se um Pai Nosso, dez Ave-Marias e o Glória, terminando com as Jaculatórias:
Ó meu Jesus...
Maria Rosa Mística, Mãe da Igreja, rogai por nós.

MISTÉRIOS DO SANTO ROSÁRIO
MISTÉRIOS GOZOSOS (segundas e sábados, e domingos do Advento)
- No primeiro mistério, contemplamos a Anunciação do Anjo a Maria.
- No segundo mistério, contemplamos a visita de Maria a sua prima Isabel.
- No terceiro mistério, contemplamos o nascimento de Jesus.
- No quarto mistério, contemplamos a Apresentação do Menino Jesus e Purificação de Nossa Senhora.
- No quinto mistério, contemplamos a perda e encontro do Menino Jesus no Templo.
MISTÉRIOS LUMINOSOS (quintas-feiras)
- No primeiro mistério, contemplamos Batismo de Jesus no Jordão.
- No segundo mistério, contemplamos a auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná.
- No terceiro mistério, contemplamos O anúncio do Reino de Deus por Jesus, com o convite à conversão.
- No quarto mistério, contemplamos a transfiguração de Jesus.
- No quinto mistério, contemplamos a instituição da Eucaristia.
MISTÉRIOS DOLOROSOS (terças e sextas-feiras, e domingos da Quaresma)
- No primeiro mistério, contemplamos a oração de Jesus no Horto.
- No segundo mistério, contemplamos a flagelação de Jesus.
- No terceiro mistério, contemplamos a coroação de espinhos de Jesus.
- No quarto mistério, contemplamos Jesus carregando a Cruz ao Calvário.
- No quinto mistério, contemplamos a crucificação e morte de Jesus.
MISTÉRIOS GLORIOSOS (quartas-feiras e domingos do tempo Pascal e Comum)
- No primeiro mistério, contemplamos a Ressurreição de Jesus.
- No segundo mistério, contemplamos a Ascensão de Jesus.
- No terceiro mistério, contemplamos a vinda do Espírito Santo.
- No quarto mistério, contemplamos a Assunção de Nossa Senhora ao Céu.
- No quinto mistério, contemplamos a Coroação de Nossa Senhora.
AGRADECIMENTO
Infinitas graças Vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de Vossas Mãos liberais. Dignai-Vos, agora e para sempre, tomar-nos debaixo de Vosso poderoso amparo, e para mais Vos obrigar Vos saudamos com uma Salve Rainha.
Salve Rainha...
FINAL (DESPEDIDA)
CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA
Ó Senhora minha, ó minha Mãe, eu me ofereço todo a Vós, e em prova de minha devoção para Convosco, Vos consagro, neste dia e para sempre, os meus olhos, os meus ouvidos, a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque sou todo vosso, ó boa e incomparável Mãe, guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade Vossa. Amém!
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA ROSA MÍSTICA
Mãe Celeste, Rainha dos Céus, Soberana do gênero humano, Vós que recebestes de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, dóceis ao Vosso apelo nós acorremos a Vossos Pés.
Mãe de Misericórdia, dignai-Vos acolher os louvores e as preces que fazem subir para Vós, cheios de confiança, Vossos filhos peregrinos; eles vieram confiar-Vos todas as suas penas, todas as suas misérias.
Ó maravilhoso reflexo da beleza do Céu, pela luz da fé, expulsai dos nossos espíritos as trevas do erro.
Rosa Mística, pelo perfume celeste da esperança, reanimai a coragem das almas abatidas.
Nascente inesgotável de água, salutar pelas correntes da Divina caridade, dai vida aos corações definhados.
Nós somos os Vossos filhos; Vós nos reconfortais nas nossas penas; Vós nos protegeis no perigo; Vós nos animais na luta; fazei que amemos e sirvamos o Vosso Filho Jesus; dai-nos um amor ardente pelo Vosso Rosário; fazei que difundamos por toda parte a devoção mariana, que nós nos esforçamos por viver em estado de graça, para merecer a felicidade eterna perto de Vós.
Amém! Assim seja.
CRUZ DE GRAÇA

CONSAGRAÇÃO AO PRECIOSÍSSIMO SANGUE DE JESUS CRISTO
(Repetir diariamente)

Na consciência do meu nada e da Vossa grandeza, Misericordioso Salvador, me prostro aos Vossos Pés e Vos rendo graças pelos inúmeros favores que me haveis concedido, a mim, ingrata criatura, em especial o terdes me livrado, por intermédio de Vosso Preciosissimo Sangue, da maléfica tirania de Satanás.

Em presença de Maria, minha boa Mãe, do meu Anjo da Guarda, dos meus Santos patronos, de toda a corte celeste, me consagro, ó bondosissimo Jesus, com sincero coração e por livre decisão, ao Vosso Preciosissimo Sangue, com o qual Vós livrastes o mundo inteiro do pecado, da morte e do inferno.
Prometo-Vos, com o auxílio da Vossa graça e segundo as minhas forças, despertar e fomentar a devoção ao Vosso preciosissimo Sangue adorável, a fim de que seja por todos honrado e venerado. Quisera eu, por este modo, reparar as minhas infidelidades para com o preciosíssimo Sangue e oferecer-Vos igualmente reparação por tantos sacrilégios pelos homens cometidos contra o preciosíssimo preço da sua Redenção.

Oxalá eu pudesse fazer desaparecer os meus pecados, as minhas friezas e todos os desrespeitos com que Vos ofendi, ó preciosíssimo Sangue! Vede, ó amantíssimo Jesus, que Vos ofereço todo o amor, a estima e adoração que a Vossa Mãe Santíssima, os Vossos Apóstolos fiéis e todos os santos renderam ao Vosso Preciosíssimo Sangue e Vos rogo queirais esquecer-Vos das minhas infidelidades e friezas passadas, e perdoais a quantos Vos ofendem. Aspergi-me, ó Divino Salvador, e bem assim a todos os homens, com o Vosso preciosíssimo Sangue, a fim de que nós, ó Amor Crucificado, desde agora e de todo o coração Vos amemos e dignamente honremos o preço da nossa Salvação. Amém.