domingo, 10 de abril de 2016

Faculdade depois do Homeschool

Eu precisei entrar na Justiça para conseguir o meu direito de estudar. 


Como fiz todo o ensino médio em casa, obtive o certificado de conclusão através do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio). Ele era necessário para eu conseguir me matricular na faculdade. Mas a Justiça não estava aceitando, por que na época eu tinha apenas 16 anos. Precisei de uma liminar de um juíz, e foi um período difícil, mas desde então estou aliviada. Espero que o meu caso tenha servido para criar uma jurisprudência sobre o tema.

Não tive nenhum problema de socialização ao voltar para uma sala de aula, aliás, eu passei em Comunicação Social, em pouco tempo fui eleita líder da turma através de uma votação. Foi muito fácil me adaptar. Alguns professores comentaram que eu era a mais proativa na aula. Não me surpreendi que meus colegas conheciam o Homeschool, pois na época estava sendo muito debatido na mídia. Eu tive uma grande oportunidade de explicar dentro da aula como foi meu ensino em casa. Expliquei os termos jurídicos e como funcionava. Uma professora disse que a sobrinha dela fazia e estava querendo tirar o certificado de conclusão de ensino médio. Alguns amigos me confidenciaram que, se tivessem tido a oportunidade, gostariam de ter estudado em casa.

Minha maior frustração dentro da universidade foi ter voltado e encontrado um sistema falido. Os professores não conseguiam transmitir muito bem o conteúdo. Enquanto isso, muitos alunos estavam surpresos porque, a partir dali, teriam que correr atrás do conteúdo. E  para mim, que já tinha experiência em estudar sozinha, foi muito mais fácil.

Além disso, eu também conheci pessoas que não sabiam nem pontuar uma frase, o que é impressionante para uma faculdade de jornalismo. É um item básico de gramática. É claro que não é culpa só dele, mas sim de todo o sistema do país no qual estamos inseridos. Mas eu fiquei assustadíssima. "O que está acontecendo?"

A verdade é que passar na faculdade tira um peso muito grande das costas, que é o de ter que ficar provando que você é capaz de passar em algo. O Homeschool me ajudou nisso, pois eu sempre estudei porque queria aprender, para melhorar minha vida, e não para provar que eu sei. Uma pessoa não necessariamente precisa de uma faculdade para ser alguém, um diploma não significa que você é inteligente. É o aluno, e as escolhas pessoais que tornam o aprendizado bom. Eu acho que consegui entender isso mais fácil que meus colegas. Atualmente, como eu me desapontei com o ensino, eu tranquei a faculdade. Agora eu voltei a estudar em casa para passar em outra universidade, talvez fora do país.


Sobre cursos pré-vestibulares, eu conversei com umas amigas que fazem cursinho há muito tempo, e elas falaram que é muito desespero para aprender todo um conteúdo em um ano, e a pressão psicológica é enorme. Isso sufoca as pessoas, é desumano.  Os professores dizem aos alunos que um é concorrente do outro.Aprender sob pressão não funciona para mim. Eu saí da escola por causa disso, além, claro, de outros motivos, como greves constantes, drogas em sala de aula, e a violência nas escolas.

Como bom estudante, sim, preciso me dedicar uma grande parte do meu dia, mas ainda tenho tempo para receber amigos que vêm me visitar, pois conheço muita gente de fora. Faço tours por Brasília com eles e marco ensaios fotográficos. Também estou conseguindo fazer muitas coisas que gosto, como um curso de técnico em biblioteconomia, e outro de fotografia, já consegui montar um portfólio.

Eu ainda tenho contato com outras famílias que fazem homeschooling, elas frequentam minha casa, perguntam-me o que eu achei da faculdade, e muitos pais tem dúvidas se o filho vai se adaptar a universidade. Para meu irmão, de 14 anos, como eu, também dou vários conselhos, começamos a estudar no ensino fundamental, e ele tem alguns anos de vantagem em relação a mim, eu digo para ele ficar tranquilo, pois se ele se dedicar ele vai conseguir preencher várias lacunas de aprendizado que eu não consegui.

O homeschooling me ajudou a abrir a mente. Quando você adere a uma coisa nova, seja o que for, primeiro há um choque inicial. Será que isso é bom mesmo? Depois você começa a entender e a diminuir seus preconceitos. A vantagem do homeschooling é que qualquer pessoa, com esforço e apoio da família, vai conseguir estudar tudo que desejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário